O PROGRAMA DE DESCENTRALIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA E A GESTÃO DE RECURSOS: LIMITES E POSSIBILIDADES EM UMA ESCOLA DO DISTRITO FEDERAL

Autores

  • Rosângela Rodrigues Trindade Universidade Católica de Brasília
  • Wellington Ferreira de Jesus Universidade Católica de Brasília

Resumo

Resumo: O presente artigo constitui-se em um estudo acerca dos programas de descentralização administrativa e financeira das escolas Públicas. Em um primeiro momento é feita uma apresentação das normatizações do financiamento da educação no Brasil a partir da promulgação da Constituição Federal de 1988, bem como da tendência à adoção de políticas educacionais que visaram atender às exigências do Estado liberal nos anos 1990. Nesse contexto foi criado em 1995 o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) que se constitui no mais importante programa de repasse de verbas para as escolas públicas do Brasil. No Distrito Federal foi criado em 2007 o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) com objetivos similares. Para compreender o funcionamento do PDAF foi realizada uma pesquisa qualitativa em um Centro de Ensino Médio com o objetivo de compreender os impactos da administração do PDAF no cotidiano escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

AGUIAR, M. A. S. Gestão da Educação Básica e o Fortalecimento dos Conselhos Escolares. In: Educar, Curitiba, n. 31, p. 129-144, 2008. Editora UFPR.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). Brasília: Senado Federal, 2012.

BRASIL. Lei 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília: 1996.

BRASIL. Lei 9.424, de 24 de dezembro de 1996. Regulamenta o Fundo de Manutenção do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério. Brasília: 1996.

BRASIL. Lei 11.494, de 20 de junho de 2007. Regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Brasília: 2007.

BRASIL. Lei 11.947, de 16 de junho de 2009. Regulamenta o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE). Disponível em: http://www.gestão2010.mec.gov.br. Acesso em 17 maio 2014.

BRASIL. Portaria Ministerial 2896/2004. Criou o Programa de Fortalecimento dos Conselhos Escolares. Ministério da Educação.

BRASIL. Resolução Nº 03, de 04 de março de 1997. Brasília, MEC. Disponível em: https://www.fnde.gov.br/fndelegis/action/UrlPublicasAction.php?acao=abrirAtoPublico&sgl_tipo=RES&num_ato=00000003&seq_ato=000&vlr_ano=1997&sgl_orgao=CD/FNDE/MEC Acesso em 03 maio 2014.

BRASIL. Caderno n. 7 do Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: O Conselho Escolar e o financiamento da educação no Brasil. Brasília: MEC – Secretaria de Educação Básica, 2007.

DISTRITO FEDERAL. Decreto n. 28.513 de 6 de dezembro de 2007. Regulamenta o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF). Disponível em :http://www.se.df.gov.br. Brasília: 2013. Acesso em 15 de jun 2014.

DISTRITO FEDERAL. Lei 4.751 de 07 de fevereiro de 2012. Regulamenta a Gestão Democrática do Ensino Público do Distrito Federal. In. BRITO, Renato de Oliveira. Gestão e Comunidade Escolar: Ferramentas Para a Construção de uma Escola Diferente do Comum. Brasília: Liber Livro, 2013.

EDINIR, Mazda; BASSI, Marcos. Bicho de Sete Cabeças: para entender o financiamento da educação brasileira. São Paulo: Peirópolis. Ed. Ação Educativa. 2009.

DOURADO, Luiz Fernandes. Políticas e Gestão da Educação Básica no Brasil: Limites e Perspectivas. In: Educação e Sociedade. Campinas, vol. 28, n. 100 – Especial, p. 921- 946. 2007.

DOURADO, L. F.; OLIVEIRA, J. F. de; SANTOS, C. de A. A Qualidade da Educação: Conceitos e definições. In: II Reunião do Fórum Hemisférico Educacional Qualidade na Educação. Brasília: INEP/MEC/OEA, 13 a 17 de julho de 2007, p. 7-27. Disponível em: http://www.inpe.mec.gov.br . Brasília: 2013. Acesso em 10 ago 2014.

GESTOR DA ESCOLA. Depoimento I. [março, 2014]. Entrevistadora: Rosangela Rodrigues Trindade. Brasília, 2014. mp3. 35min.

GIL, J.; ARELARO, L.R.G. Contra a municipalização do ensino à brasileira. In: GIL, J. Educação municipal: experiências de políticas democráticas. Ubatuba: Estação Palavra, 2004.

MOREIRA, Ana Maria Albuquerque. Gestão Financeira Descentralizada: uma análise do Programa Dinheiro Direto na Escola.

FINEDUCA – Revista de financiamento da educação, Porto Alegre, v. 2, nº 1, 2012.

PINTO, J. M. de R.; AMARAL, N. C.; CASTRO, J. A. de. O Financiamento do Ensino Médio no Brasil: De uma escola boa para poucos à massificação barata da rede pública. In: Educação e Sociedade, Campinas, v. 32, n. 116, p. 639-665. 2011.

REPRESENTANTE DE PAIS. Depoimento I. [Abril, 2014]. Entrevistadora: Rosangela Rodrigues Trindade. Brasília, 2014. mp3. 40min.

SANTOS, P. S. M. B. dos. Guia Prático da Política Educacional no Brasil: Ações, planos, programas e impactos. São Paulo, SP: Cengage, 2012.

SECCHI, Leonardo. Políticas Públicas: Conceitos, esquemas de análise, casos práticos. 2ªEd. São Paulo: Cengage, 2013.

SHIROMA, Eneida Otto; MORAES, Maria Célia Marcondes de; EVANGELISTA, Olinda. Política Educacional.. Rio de Janeiro: Lamparina, 2011.

Downloads

Publicado

2015-07-09

Como Citar

Rodrigues Trindade, R., & Ferreira de Jesus, W. (2015). O PROGRAMA DE DESCENTRALIZAÇÃO ADMINISTRATIVA E FINANCEIRA E A GESTÃO DE RECURSOS: LIMITES E POSSIBILIDADES EM UMA ESCOLA DO DISTRITO FEDERAL. Revista Educação E Políticas Em Debate, 3(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/30282

Edição

Seção

Dossiê: O financiamento da educação e a qualidade do ensino: desafios para o novo Plano Nacional de Educação