Os estudos Africanos no contexto das diásporas / African studies in the context of diasporas / Les Études Africaines Dans le Contexte des diásporas

Autores

  • Benjamin Xavier de Paula Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Resumo

RESUMO: No presente artigo tratamos os estudos africanos na perspectiva das diásporas, tendo como referência o africanismo. O conceito de diáspora se apresenta para nós como "possibilidade" - suplanta seu sentido lingüístico, histórico e científico, e, repousa na dinâmica de um movimento de ideias e de práticas sociais contra-hegemônicas que busca na resignificação positiva das relações raciais e étnicas, assim como, do Panafricanismo, constituir-se num espaço/lugar daqueles que assumem a perspectiva do anti-racismo e da afirmação positiva da negritude como instrumentos efetivos de edificação do discurso e da prática científica.

ABSTRACT: In this paper we discuss the African studies from the perspective of diasporas, having the Africanism as a reference. The concept of "diaspora" presents itself to us as the "possibility "- it exceeds its linguistic, historical and scientific meaning, and lies in the dynamics of a movement of ideas and social practices that are against the hegemony and search for a positive reframing of the racial and ethnic relations , as well as the Pan-Africanism, to emerge itself in a space / place of those who take the perspective of anti-racism and the positive affirmation of blackness as effective instruments for building up the discourse and scientific practice.

RÉSUMÉ: Dans le présent article, nous tratons d´ études africaines dans la perspective des diasporas, ayant comme référence l´africanisme. Le concepte de "diaspora se présente à nous comme "une possibilité" - surplante son sens linguistique, historique e scientifique, et, se repose sur la dinamique d´un mouvement d´idées et de pratiques sociales contre-hégémoniques que recherche dans La resignation positive les relations raciales et ethniques, ainsi comme, dans Le panafricanisme, se constitue dans um espace/lieu de ceux qui assument la perspective de l´anti-racisme et de l´afirmation positive de la noircissure comme des instruments effectifs d´édification du discours et de la pratique scientifique.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Referências

ASSANTE, Molefi Kete. Afrocentricity. 2ª Ed. Trenton: Africa World Press, 1989.

ASSANTE, Molefi Kete. Kemet, Afrocentricity and Knowledge. Trenton: African

World Press, 1990.

ASSANTE, Molefi Kete. The Afrocentricity Idea. 2º Ed. Ver e Amp. Filadelfia:

Temple University Press, 1998.

ASSANTE, Molefi Kete. The Afrocentricity Ideia. Filadelfia: Temple University

Press, 1987.

DECRAENE, Philippe. O pan-africanismo. São Paulo: Difusão europeia do livro,

FANON, Frantz. Pele Negra Marcaras Brancas. Renato da Silveira (Trd.).

Salvador/BA: EDUFBA, 2008.

FERNANDES, Florestan. A Integração do Negro na Sociedade de Classes. 3ª Edição.

São Paulo: Ática, 1978, 814p (2 volumes).

FONSECA, Dagoberto José. Contribuintes antigos: revendo as cadernetas e os fiados.

In: PAULA, Benjamin Xavier de. Perón, Cristina Mary Ribeiro. (Orgs.) Educação,

História e Cultura da África e Afro-brasileira: teorias e experiências.

Uberlândia/MG: PROEX/UFU; Franca/SP: Ribeirão Editora, 2008;

HALL, Stuart. Da Diáspora: identidades e mediações culturais. Organização Liv

Sovik, Tradução Adelaine, La Guardia Rezende & outros. 1º Edição Atualizada. Belo

Horizonte: Editora da UFMG, 2009. (Humanitas).

HAMPATÉ BÂ, A. A tradição viva. In: KI- ZERBO, Joseph (Editor). História geral

da África I: metodologia e pré-história da África. 2° edição revista. Brasília: UNESCO,

p. 167 – p.212.

HASENBALG, Carlos; SILVA, Nelson do Vale. Discriminação e desigualdades

raciais no Brasil. Rio de Janeiro: Graal, 1979.

Revista Educação e Políticas em Debate – v. 2, n. 1 – jan./jul. 2013

JONGE, Klaas de. África do Sul: apartheid e resistência. São Paulo: Editora Cortez,

KI- ZERBO, Joseph (Editor). História geral da África I: metodologia e pré-história da

África. 2° edição revista. Brasília: UNESCO, 2010.

MEILLASSOUX, Claude. Antropologia da Escravidão: o ventre de ferro e dinheiro.

Tradução de L. Magalhães, Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1995.

NASCIMENTO, Elisa Larkin (Org.). Sankofa: matrizes africanas da cultura brasileira. Rio

de Janeiro: EDUERJ, 1996.

NASCIMENTO, Abdias do. O Brasil na mira do pan-africanismo. Salvador:

EDUFBA/CEAO, 2002.

PAULA, Benjamin Xavier de. Educação para as Relações Étnico-raciais e o Estudo

da História e Cultura da África e Afro-brasileira: formação, saberes e práticas

educativas. Uberlândia: Programa de Pós-graduação em Educação da Universidade

Federal de Uberlândia – PPGED-UFU, 2013. (Tese de Doutorado).

RABELO, Danilo. Rastafári: identidade e hibridismo cultural na Jamaica, 1930-1981.

Brasília/DF: Programa de Pós-graduação em História da Universidade de Brasília –

UnB, 2006. (tese de doutorado).

Downloads

Publicado

2013-11-07

Como Citar

Paula, B. X. de. (2013). Os estudos Africanos no contexto das diásporas / African studies in the context of diasporas / Les Études Africaines Dans le Contexte des diásporas. Revista Educação E Políticas Em Debate, 2(1). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/revistaeducaopoliticas/article/view/24058

Edição

Seção

Dossiê