ANÁLISE QUALITATIVA E COMPARATIVA DAS VARIÁVEIS MORFOMÉTRICAS DA REGIÃO SERRANA DA PORÇÃO SUL DO MACIÇO CENTRAL DO CEARÁ GERADAS ATRAVÉS DOS MDE: SRTM, ASTER GDEM E TOPODATA

Conteúdo do artigo principal

Alcione Moreira Carmo
Michael Vandesteen Silva Souto
Cynthia Romariz Duarte

Resumo

Com o avanço da informática nas últimas décadas houve também o avanço dos dados digitais e a facilidade de se obter essas informações na rede mundial de computadores. Modelos digitais de elevação do terreno, por exemplo, que antes eram dados complexos e de difícil acesso, atualmente estão disponíveis gratuitamente na internet em diversas resoluções e acurácias para todo o globo terrestre. Muitos trabalhos desenvolvidos no meio científico utilizam os modelos digitais de elevações (MDE) para os mais diversos tipos de análises que tenham interesse em pesquisar, porém poucos atentaram em verificar a qualidade dos dados e dos produtos obtidos através desses modelos que pudesse indicar qual é o melhor para um determinado tipo de análise ou o melhor resultado que possa apresentar para uma determinada escala de trabalho. Com base nestes questionamentos, este trabalho foi desenvolvido para fazer uma análise qualitativa e comparativa de três MDE mais comumente empregados, por estarem disponíveis na internet (ASTER-GDEM, SRTM e TOPODATA). Estes modelos foram submetidos a uma série de processamentos em ambiente SIG para extrair e analisar inúmeras variáveis geomorfológicas e hidrológicas, como declividade do terreno, as orientações das vertentes e as curvaturas verticais e horizontais, em três escalas distintas. Para isso, foi definida uma área-piloto situada geomorfologicamente nas serras da porção Sul do Maciço Central do Estado do Ceará, mais precisamente localizada entre os municípios de Acopiara, Mombaça e Piquet Carneiro. Os resultados obtidos por meio das análises qualitativa e comparativa entre os três tipos de MDE apresentaram respostas distintas entre si, principalmente no que rege a resolução espacial dos dados, que reflete no maior ou menor detalhamento da morfologia do terreno, bem como no destaque das linhas e dos sentidos de fluxos pelas curvaturas horizontais e verticais obtidas em cada escala analisada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
CARMO, A. M.; SOUTO, M. V. S.; DUARTE, C. R. ANÁLISE QUALITATIVA E COMPARATIVA DAS VARIÁVEIS MORFOMÉTRICAS DA REGIÃO SERRANA DA PORÇÃO SUL DO MACIÇO CENTRAL DO CEARÁ GERADAS ATRAVÉS DOS MDE: SRTM, ASTER GDEM E TOPODATA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 3, 2015. DOI: 10.14393/rbcv67n3-44653. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44653. Acesso em: 3 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Alcione Moreira Carmo, Universidade Federal do Ceará

departamento de geologia