O USO DE REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS GERADAS A PARTIR DE FERRAMENTAS DE GEOPROCESSAMENTO NOS ESTUDOS EM SALA DE AULA - PANTANAL DE CÁCERES/MT

Conteúdo do artigo principal

Ronaldo José Neves
Carla Bernadete Madureira Cruz

Resumo

As novas tecnologias de geoprocessamento empregadas nos estudos geográficos, vêm se tornando cada vez mais aliadas dos professores no ensino de Geografia em sala da aula. Ferramentas como a cartografia digital e o sensoriamento remoto possibilitam a geração de produtos, principalmente representações gráficas, que se mostram eficazes no processo de ensino-aprendizagem, despertando e estimulando o interesse dos alunos nos diferentes níveis de ensino (fundamental, médio e superior), para a importância do conhecimento geográfico no seu cotidiano. Diante do exposto, esta pesquisa objetiva apresentar as potencialidades de produtos oriundos do geoprocessamento (carta imagem, bloco diagrama, perfis topográficos, entre outros) como recursos didáticos no ensino de Geografia em sala de aula. Os procedimentos metodológicos adotados têm como princípio o estudo de localidade, ou seja, explorar o espaço local do aluno, buscando-se com isto, uma maior interatividade no processo de ensino em sala de aula: a relação do aluno com o mundo real para a construção de conhecimentos e habilidades espaciais. A área definida para esta pesquisa é a abrangida na folha SE 21-V-B-II, denominada Cáceres (DSG, 1975), na escala de 1:100.000, localizada no município de Cáceres, na porção sudoeste do estado de Mato Grosso. A escolha desta área foi motivada por suas características heterogêneas, apresentando ambientes de pantanal, cerrado e mata, além de faixas de transição entre estes ambientes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
NEVES, R. J.; CRUZ, C. B. M. O USO DE REPRESENTAÇÕES GRÁFICAS GERADAS A PARTIR DE FERRAMENTAS DE GEOPROCESSAMENTO NOS ESTUDOS EM SALA DE AULA - PANTANAL DE CÁCERES/MT. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 59, n. 1, 2009. DOI: 10.14393/rbcv59n1-43960. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43960. Acesso em: 14 abr. 2024.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)