Espacialização do crédito rural captado pela agricultura familiar: governos Temer e Bolsonaro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT195471011

Palavras-chave:

agricultura familiar, desenvolvimento rural, cartografia, políticas públicas, PRONAF

Resumo

O objetivo deste trabalho é mapear os recursos financeiros dos programas públicos de crédito aplicados à agricultura familiar entre janeiro de 2015 e junho de 2022. Para melhor comparação, o período foi dividido em dois blocos de quatro anos, correspondentes aos mandatos presidenciais. A hipótese determinada é de que houve um favorecimento regional em grande volume de recursos empregados, o que agrava a disparidade regional já existente entre os agricultores familiares. Foram utilizados dados do Banco Central e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a construção da base a ser investigada. Os mapas foram elaborados por meio dos softwares Philcarto e Inkscape 2.0. Foram analisados dados sobre números e valores de contratos referentes às modalidades de custeio e investimento do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF) e outras linhas de crédito rural com participação da agricultura familiar. Os resultados do mapeamento indicam que houve uma captação majoritária por municípios da região Centro-Oeste, do estado do Tocantins, do centro-sul do Pará, sul do Piauí, sul do Maranhão, oeste da Bahia, centro-oeste de Minas Gerais, centro-norte de Roraima, sul e leste do Amazonas, sul do Acre, centro de Santa Catarina e sul do Rio Grande do Sul.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Leite Gonçalves, Universidade de São Paulo (USP)

Centro de Energia Nuclear na Agricultura. Piracicaba, SP. 

 

Downloads

Publicado

12-04-2024

Como Citar

LEITE GONÇALVES, T. Espacialização do crédito rural captado pela agricultura familiar: governos Temer e Bolsonaro. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 19, n. 54, p. 39–56, 2024. DOI: 10.14393/RCT195471011. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/71011. Acesso em: 25 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos