Mapeamento e caracterização das iniciativas de agricultura urbana e periurbana em Porto Alegre

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT185068897

Palavras-chave:

agricultura urbana, agricultura periurbana, Porto Alegre, hortas urbanas

Resumo

O fenômeno da agricultura urbana ainda não é plenamente compreendido, entre outras razões, devido à variedade de formas com que se apresenta.  Frente a essa lacuna, o presente artigo busca mapear e caracterizar as iniciativas de Agricultura Urbana e Periurbana (AUP) existentes em Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul.  A pesquisa foi desenvolvida em três etapas: a) levantamento das iniciativas; b) classificação das iniciativas por tipologia, dimensão e situação; c) espacialização das iniciativas por bairros e zonas do Plano Diretor do município. Como resultados, identificou-se 82 iniciativas de AUP, dentre as quais predominam as de caráter educacional e de saúde (tipologias) e aquelas com objetivos sociais e ecológicos (dimensões). Desse total, metade encontrava-se ativa no momento do levantamento e, as demais, inativas ou encerradas (situação). Conclui-se que há fragilidades na estrutura dessas iniciativas, e que as mais periféricas e localizadas em áreas menos densas foram as mais impactadas com a pandemia covid.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

18-08-2023

Como Citar

RORATO, G. Z.; KUHN, E. A.; MELLO, B. C. E. de; ALVES, R. V.; GEREMIA, G. T. Mapeamento e caracterização das iniciativas de agricultura urbana e periurbana em Porto Alegre. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 18, n. 50, p. 182–205, 2023. DOI: 10.14393/RCT185068897. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/68897. Acesso em: 15 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos