Regularização de Territórios Quilombolas (RTQ)

uma avaliação do processo de implementação da Comunidade da Aroeira (RN)

Autores

  • Leonardo da Rocha Bezerra de Souza Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • João Bosco Araújo da Costa Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT184967629

Palavras-chave:

Regularização de Território Quilombola, Quilombo, Avaliação de Política Pública

Resumo

Neste artigo apresentamos os resultados de uma avaliação do processo de implementação da RTQ na comunidade quilombola da Aroeira, no Rio Grande do Norte. Os dados aqui expostos foram coletados por meio de pesquisa empírica na própria comunidade e por meio de levantamento bibliográfico e documental, sobretudo junto aos órgãos responsáveis pelo processo. Essa pesquisa foi realizada nos anos de 2018 a 2020. Entre os resultados, podemos citar que essa política consiste em um meio de produção de intitulamentos no sentido adotado por Amartya Sen (2009), envolve um processo de agenciamento e de ocupação de espaços da/pela comunidade no sentido político e na luta por reconhecimento e por acesso a novos direitos e políticas públicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

27-04-2023

Como Citar

SOUZA, L. da R. B. de; COSTA, J. B. A. da. Regularização de Territórios Quilombolas (RTQ): uma avaliação do processo de implementação da Comunidade da Aroeira (RN) . Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 18, n. 49, p. 305–329, 2023. DOI: 10.14393/RCT184967629. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/67629. Acesso em: 18 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos