Sucessão geracional na agricultura familiar

orientações de valor e tomada de decisão

Autores

  • Fernando Panno Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
  • João Armando Dessimon Machado Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT184966621

Palavras-chave:

Agricultura Familiar, Sucessão Geracional, Orientações de Valor, Processo Decisório

Resumo

O artigo busca retratar particularidades que permeiam as decisões dos agricultores familiares do município de Frederico Westphalen, situado na região noroeste do Rio Grande do Sul. O tema gerador da investigação é a sucessão geracional, sob a ótica da teoria da decisão e orientações de valor, elencando os diferentes fatores que influenciam sucessores (jovens) e sucedidos (agricultores responsáveis pela propriedade) nesse processo. Para alcançar este propósito, além de análises bibliográficas e documentais acerca do tema e suas particularidades, foi aplicado um questionário a 50 jovens e a 50 agricultores, buscando compreender os direcionamentos decisórios destes atores sobre sucessão. Os dados coletados foram tabulados com o suporte estatístico do programa Statistical Package for the Social Science (SPSS), gerando cruzamentos e informações relevantes acerca do tema e suas relações com o futuro das propriedades rurais familiares. O estudo classifica esses jovens e agricultores dentro das orientações de valor de Gasson (1973): instrumental, social, expressiva e intrínseca. Comparando as orientações de agricultores e jovens, tem-se uma importante diferença de percepção, através de variáveis que influenciam o processo decisório dos atores e suas percepções e orientações de valor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Panno, Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

Doutor em Desenvolvimento Rural pela UFRGS (2016) cuja tese abordou a sucessão geracional na agricultura familiar, sob a ótica da teoria da decisão e orientações de valor. Possui graduação em Administração pela Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões (2001), especialização em Marketing pela mesma instituição e mestrado em Desenvolvimento, Gestão e Cidadania pela Universidade Regional do Noroeste do estado do Rio Grande do Sul- UNIJUI (2005). Foi professor e coordenador do curso de Administração da Universidade Regional Integrada - URI - Campus de Frederico Westphalen por 3 anos. Foi professor Assistente da Universidade Federal de Santa Maria, atuando no curso de Administração na UFSM campus de Palmeira das Missões. Atualmente atua na mesma IES (UFSM) lotado no curso de Agronomia no campus de Frederico Westphalen. Atua nos cursos de graduação em Agronomia, Engenharia Florestal, Engenharia Ambiental e Sistemas de Informações. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em agronegócios e desenvolvimento Rural, atuando principalmente nos seguintes temas: Desenvolvimento Rural, Marketing no Agronegócio, Administração e Projetos agropecuários, Economia Rural e Extensão Rural com projetos de pesquisa e extensão. Docente na disciplina de Gestão Educacional de Licenciatura em Computação, modalidade de Ensino a distância (EAD).

Downloads

Publicado

13-03-2023

Como Citar

PANNO, F.; MACHADO, J. A. D. Sucessão geracional na agricultura familiar: orientações de valor e tomada de decisão. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 18, n. 49, p. 23–46, 2023. DOI: 10.14393/RCT184966621. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/66621. Acesso em: 20 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos