Verticalidades e horizontalidades na certificação da produção de cacau orgânico no Sul da Bahia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT153814

Resumo

O presente trabalho trata das novas dinâmicas de especialização da produção de cacau no Sul do estado da Bahia. Desde a chamada “crise do cacau”, pôde-se observar a disseminação de novas formas de produção de amêndoas na região, dentre as quais se destaca a produção de cacau orgânico certificado. Tal modelo de produção alinha-se ao fenômeno de descomoditização da produção agrícola, o qual possui como característica a valorização de formas específicas de produção local, o fortalecimento da identidade dos produtores e, no caso do Sul Baiano, se estabeleceu como estratégia para superar a crise vivenciada pela região desde o final da década de 1980. Através de pesquisa empírica, avaliou-se as atividades desenvolvidas pela Cooperativa Cabruca e pela Rede Povos da Mata, organizações que atuam no apoio à produção de cacau orgânico certificado no Sul Baiano. O intuito de analisar aquelas diferentes organizações, foi averiguar em que medida a adoção de modelos distintos de certificação da produção orgânica (a certificação por auditoria e a certificação participativa) possibilita aos agricultores alcançarem maior autonomia econômica e, a região, tornar-se menos subordinada ao mercado de commodities. Finalmente, concluiu-se que apesar dos obstáculos existentes para pequenos e médios produtores obterem a certificação, a construção de articulações locais permitem aos mesmos se inserirem, paulatinamente, nos circuitos espaciais de produtos certificados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Laís Boto Xavier, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto Multidisciplinar, Pós-Graduação em Geografia, Nova Iguaçu, RJ, Brasil.

Francisco das Chagas do Nascimento Jr, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto Multidisciplinar, Departamento de Geografia, Nova Iguaçu, RJ, Brasil.

Jorge Chiapetti, Universidade Estadual de Santa Cruz

Universidade Estadual de Santa Cruz, Departamento de Ciências Agrárias e Ambientais, Ilhéus, BA, Brasil.

Downloads

Publicado

23-04-2021

Como Citar

BOTO XAVIER, L.; DAS CHAGAS DO NASCIMENTO JR, F.; CHIAPETTI, J. Verticalidades e horizontalidades na certificação da produção de cacau orgânico no Sul da Bahia. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 15, n. 38 Dez., p. 361–390, 2021. DOI: 10.14393/RCT153814. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/57122. Acesso em: 15 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos