DESENVOLVIMENTO HUMANO E PROGRESSO: REFLEXÕES SOBRE O FENÔMENO DA DOMINAÇÃO ENTRE POVOS E CULTURAS NO INTERIOR DO PENSAMENTO OCIDENTAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249666368

Palavras-chave:

Desenvolvimento humano, Progresso, Dominação, Eurocentrismo

Resumo

Este artigo consiste em uma reflexão teórica acerca de algumas ideias relacionadas ao processo de dominação, produzidas no contexto do século XIX por algumas nações europeias, que influenciaram e nortearam as concepções de progresso e desenvolvimento humano no ocidente capitalista. Para tanto, usa como referência a produção teórica de alguns autores que examinaram, quer no âmbito científico, quer no campo das relações econômicas e culturais, uma concepção de progresso e de desenvolvimento humano cuja tendência principal foi legitimar e naturalizar mecanismos de dominação e exploração, expressos na forma como algumas nações da Europa Ocidental se relacionaram com outras culturas, sobretudo com as da América e da África. Considera também a questão do desenvolvimento humano, destacando algumas formulações produzidas, no século XIX, momento de consolidação da ciência moderna. Assim, visa atualizar e problematizar o debate acerca da dominação entre alguns países da Europa Ocidental e outras culturas, cujos reflexos podem ser percebidos até a atualidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Sandro Corrêa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo

Graduado em Geografia pela Universidade de Guarulhos - UNG. Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica SãoPaulo - PUC e Doutor em Ciências pela USP. Professor Concursado no IFSP Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia.

Downloads

Publicado

05-12-2023

Como Citar

CORRÊA, A. S. DESENVOLVIMENTO HUMANO E PROGRESSO: REFLEXÕES SOBRE O FENÔMENO DA DOMINAÇÃO ENTRE POVOS E CULTURAS NO INTERIOR DO PENSAMENTO OCIDENTAL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 96, p. 1–15, 2023. DOI: 10.14393/RCG249666368. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/66368. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos