O ESPAÇO RURAL E OS REFLEXOS DA ECONOMIA GLOBAL

Autores

  • Sergio Fajardo Professor do Departamento de Geografia - UNICENTRO (Guarapuava - PR) / Doutorand

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG123716165

Palavras-chave:

Espaço Rural, Economia Global, territorialidade econômica, desenvolvimento regional

Resumo

O presente artigo visa estabelecer uma discussão inicial relativa aos reflexos de uma economia global nas atividades rurais em termos locais. Para isso, aborda a territorialidade resultante da ação de grandes empresas ligadas às atividades agropecuárias e agroindustriais utilizando como exemplo o caso de grandes multinacionais (como as tradings agrícolas) e também cooperativas agropecuárias que atuam diretamente com commodities agrícolas em desde o processo de produção até a comercialização e industrialização dos grãos. Nesse sentido, destaca-se a forte presença dessas empresas em Estados como o Paraná onde o dinamismo do chamado "agronegócioâ€? é uma das marcas dos discursos e ações governamentais das políticas de desenvolvimento regional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Fajardo, Professor do Departamento de Geografia - UNICENTRO (Guarapuava - PR) / Doutorand

Professor Adjunto do Departamento de Geografia da Universidade Estadual do Centro-Oeste (PR), UNICENTRO, em Guarapuava - PR. Doutor em Geografia pela UNESP, Campus de Presidente Prudente - SP (2007) e Mestre em Geografia pela Universidade Estadual de Maringá (2000) onde também se graduou em Geografia (1997). Tem experiência na área de Geografia Humana, com ênfase em Geografia Agrária, Econômica e Regional, atuando principalmente nos seguintes temas: Espaço Rural, Desenvolvimento Regional, Organização do Espaço, Estudos Agrários, Cooperativismo Agropecuário, Paisagem Regional, Territorialidade Corporativa, Setor Agroindustrial, Agricultura Familiar, Economia Regional e Território, Categorias Geográficas e Epistemologia da Geografia.

Downloads

Publicado

15-03-2011

Como Citar

FAJARDO, S. O ESPAÇO RURAL E OS REFLEXOS DA ECONOMIA GLOBAL. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 12, n. 37, p. 96–106, 2011. DOI: 10.14393/RCG123716165. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16165. Acesso em: 20 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos