AVALIAÇÃO DAS ÁREAS VERDES PÚBLICAS DA CIDADE DE MANAUS: SITUAÇÃO EM 1991

Autores

  • Lizit Alencar da Costa PPGCIFA-UFAM
  • Niro Higuchi PPGCF-INPA-AM
  • José de Ribamar Pinheiro Júnior PPGCIFA-UFAM
  • Lenisa Nina Gomes PPGCIFA-UFAM

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG71915480

Palavras-chave:

áreas verdes, levantamento quali-quantitativo, índice de áreas verdes

Resumo

Este trabalho teve como objetivo geral avaliar as áreas verdes públicas da cidade de Manaus. Sendo levantados aspectos quantitativos e qualitativos dessas áreas através de questionários elaborados especificamente para este fim. Foram encontradas 242 áreas verdes homogêneas em 131 conjuntos residenciais, 56 praças sendo 4 invadidas, 04 cemitérios, 01 canteiro central ajardinado, 02 propostas de parques, 01 horto municipal e 06 áreas especiais perfazendo um total remanescente (excluindo as áreas invadidas) de 26.346.961 m² e um índice de áreas verdes remanescente de 25,00 m2/habitantes e as áreas especiais representaram 71% do total das áreas verdes remanescente. Nas áreas verdes públicas principalmente nas praças e áreas verdes de conjuntos residenciais predominou em muitas delas as áreas inferiores a 2.000 m2; ausência de urbanização, iluminação, equipamentos de serviços públicos, elementos arquitetônicos, equipamentos de recreação, de conservação e vegetação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

15-10-2006

Como Citar

COSTA, L. A. da; HIGUCHI, N.; PINHEIRO JÚNIOR, J. de R.; GOMES, L. N. AVALIAÇÃO DAS ÁREAS VERDES PÚBLICAS DA CIDADE DE MANAUS: SITUAÇÃO EM 1991. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 7, n. 19, p. 1–10, 2006. DOI: 10.14393/RCG71915480. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15480. Acesso em: 22 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos