LIXO RURAL: O CASO DO MUNICÍPIO DE JOÃO ALFREDO (PE)

Autores

  • Antonio Almir de Lima UEPB
  • Maria Sallydelândia Sobral de Farias Doutorando em Irrigação e Drenagem da UFCG
  • Vanda Maria de Lira Doutorando em Irrigação e Drenagem da UFCG
  • Euler Soares Franco Doutorando em Irrigação e Drenagem da UFCG
  • Maria Betânia Rodrigues da Silva Doutorando em Irrigação e Drenagem da UFCG

Resumo

Este trabalho teve como objetivo fazer um levantamento sobre o destino e o reaproveitamento do lixo rural no município de João Alfredo - PE., discutir sobre a importância da coleta seletiva do resíduo sólido rural e sua importância para o meio ambiente. Conclui-se que: O manejo ambientalmente saudável desses resíduos deve ir além do simples depósito ou aproveitamento por métodos seguros dos resíduos gerados e buscar resolver a causa fundamental do problema, procurando mudar os padrões não sustentáveis de produção e consumo. Isso implica na utilização do conceito de manejo integrado do ciclo vital, o qual apresenta oportunidade única de conciliar o desenvolvimento com a proteção do meio ambiente è importante notar que os resíduos rural atualmente muito se assemelha aos urbano e que nesta área não existe coleta por parte do município, o que faz com que sejam depositados a margem de mananciais e diretamente no solo contaminando o meio ambiente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

28-08-2006

Como Citar

Lima, A. A. de, Farias, M. S. S. de, Lira, V. M. de, Franco, E. S., & Silva, M. B. R. da. (2006). LIXO RURAL: O CASO DO MUNICÍPIO DE JOÃO ALFREDO (PE). Caminhos De Geografia, 6(16). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/15249

Edição

Seção

Artigos