AVALIAÇÃO DO EIXO ELÉTRICO MÉDIO EM CÃES COM IDADE ENTRE DOIS E NOVENTA DIAS

Autores

  • ZACCH E. Universidade Federal do Espírito Santo - Centro de Ciências Agrárias
  • PIGNATON, W. Universidade Federal do Espírito Santo - Centro de Ciências Agrárias
  • COSTA, F.S. CCA - UFES

Palavras-chave:

Eletrocardiografia, coração, neonatologia, cães

Resumo

Para verificar se há variação no eixo elétrico médio de corações de cães com idade entre dois e 90 dias, uma vez que a massa relativa dos ventrículos direito e esquerdo muda progressivamente de uma razão de 1:1 no recém-nascido para uma razão de 1:2 a 1:3 no cão adulto, foram submetidos a exames eletrocardiográficos, semanais entre os dias dois e 30 e mensais entre os dias 30 e 90, respectivamente, 11, 12, 12, 12, 12, 10 e seis animais, provenientes de quatro ninhadas distintas. O eixo elétrico médio foi mensurado pela técnica de delineamento dos valores das derivações I e III, na qual os resultados da soma algébrica das deflexões de cada derivação foram analisados mediante utilização de tabelas. No segundo dia após o nascimento, 9% dos animais estudados apresentavam o valor do eixo elétrico médio dentro do intervalo de normalidade para cães adultos e 82% apresentavam-se desviados para a direita. No dia nove, a porcentagem dos animais dentro do intervalo de normalidade e com desvio para a direita foi de 50% e 34%, respectivamente. Não houve desvio para a direita em nenhum dos filhotes no dia 16 e os animais com eixo normal e desviado para a esquerda foram, respectivamente, 67% e 33%. No dia 23, 75% dos animais apresentavam valores normais do eixo elétrico médio, 17% desviados para a esquerda e 8% para a esquerda. No dia 30, 59% dos animais apresentavam o eixo desviado para a esquerda e 33% apresentavam-se com eixo normal. No dia 60, não houve desvios para a direita, 20% dos animais se mostravam com desvio para a esquerda e 80% estavam com o eixo elétrico normal. Já no dia 90, 100% dos animais avaliados apresentavam o eixo elétrico médio dentro do intervalo de normalidade. Nas condições do presente estudo, foi possível observar que no segundo dia após o nascimento, o eixo elétrico médio dos cães apresentou- se desviado para a direita, convertendo-se para um posicionamento esquerdo caudal por volta da 12a semana. Assim, concluiu-se que os valores atuais de normalidade para o eixo elétrico médio não se aplicam em filhotes com até 90 dias de idade tão bem quanto em cães adultos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

E., Z., W., P., & F.S., C. (2008). AVALIAÇÃO DO EIXO ELÉTRICO MÉDIO EM CÃES COM IDADE ENTRE DOIS E NOVENTA DIAS. Veterinária Notícias, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18693

Edição

Seção

Artigos