AVALIAÇÃO CLÃ?NICA DA BLEFAROPLASTIA EM COELHOS COM CARTILAGEM AURICULAR ALÓGENA CONSERVADA EM SOLUÇÃO SATURADA DE SAL (NaCl)

Autores

  • BAUNGARTEN, L.B. FAMEV - UFU
  • FREITAS, P.M.C. CCA - UFES
  • SALGADO, A.E.P. CCA - UFES
  • EURIDES, D. FAMEV - UFU
  • CAMILLI, R.A. FAMEV - UFU
  • SILVA, G.M. AUTONOMA
  • DALECK, C.R. UNESP - Jaboticabal - SP
  • SILVA, L.A.F. UFG - Goiânia.GO

Palavras-chave:

Cartilagem auricular, blefaroplastia, enxerto, pálpebras, coelho.

Resumo

Objetivou-se com este estudo avaliar clinicamente a reconstrução da pálpebra inferior em coelhos, com cartilagem auricular alógena conservada em solução saturada de sal (1,5g de sal comercial para 1 ml de água destilada). Doze coelhos, adultos, machos e fêmeas receberam acepromazina (0,5 mg/kg) intramuscular (IM) e anestesia com tiletamina e zolazepam (7,0 mg/kg/ IM), após removeu-se um retalho de 1,0 x 0,5 cm das pálpebras inferiores esquerda e direita. Posteriormente a pálpebra esquerda foi reparada pela técnica de blefaroplastia em H (grupo GC) e a pálpebra direita por um retalho de cartilagem auricular associado à blefaroplastia em H (grupo GE). Realizou-se avaliação clínica das pálpebras aos sete, 15 e 30 dias de pós-operatório (PO). Aos sete dias de PO, as feridas cirúrgicas dos grupos GE e GC apresentavam hiperemia e mínima produção de secreção serosa, no grupo GC notou-se sinais de retração cutânea. Aos 15 dias de PO, observou-se que as feridas do grupo GE estavam cicatrizadas. No grupo GC verificou-se deiscência da sutura com aparente retração cicatricial em 30% dos animais. Aos 30 dias de PO, ambas as feridas cirúrgicas dos grupos GE e GC apresentavam-se cicatrizadas, entretanto em 30% dos animais do grupo GC, observou-se que as bordas das feridas reparadas não estavam coaptadas. Em todos os animais, ocorreu crescimento de pêlos na região onde foi realizado o procedimento cirúrgico. Não foi notada em nenhum animal lesão corneana após o reparo cirúrgico. O enxerto com cartilagem auricular proporcionou boa integração tecidual, possibilitando excelente reparo anatômico à pálpebra.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-02-12

Como Citar

L.B., B., P.M.C., F., A.E.P., S., D., E., R.A., C., G.M., S., C.R., D., & L.A.F., S. (2008). AVALIAÇÃO CLÃ?NICA DA BLEFAROPLASTIA EM COELHOS COM CARTILAGEM AURICULAR ALÓGENA CONSERVADA EM SOLUÇÃO SATURADA DE SAL (NaCl). Veterinária Notícias, 12(2). Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/vetnot/article/view/18690

Edição

Seção

Artigos