Cenários sustentáveis para a macrometrópole paulista
PDF-pt
PDF-en (English)

Palavras-chave

macrometrópole paulista
sustentabilidade
gestão ambiental

Como Citar

DEMANBORO, A. C.; FABIANO, B.; BETTINE, S. do C.; LONGO, R. M. Cenários sustentáveis para a macrometrópole paulista. Sociedade & Natureza, [S. l.], v. 31, 2019. DOI: 10.14393/SN-v31n1-2019-43381. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/sociedadenatureza/article/view/43381. Acesso em: 17 ago. 2022.

Resumo

A Macrometrópole Paulista (MMP) compreende três Regiões Metropolitanas do Estado de São Paulo: a Região Metropolitana de São Paulo (RMSP), a Região Metropolitana de Campinas (RMC) e a Região Metropolitana da Baixada Santista (RMBS), além de suas áreas de influência. Abriga cerca de 30 milhões de habitantes e é uma das áreas mais críticas em termos de demanda e disponibilidade de recursos hídricos. O Objetivo é propor cenários alternativos, que visem o planejamento ambiental integrado das bacias que compõem a MMP, a saber: Alto Tietê; Piracicaba, Capivari e Jundiaí; Sorocaba e Paraíba do Sul. A metodologia utilizada baseou-se no modelo Pressão-Estado-Resposta proposto pela OECD (1993; 2003), com base na seleção de indicadores, considerando a relevância política, utilidade aos usuários, confiabilidade e mensurabilidade de cada indicador. Para a execução do diagnóstico ambiental foram selecionados os indicadores demanda, disponibilidade, área florestada, qualidade da água e índice de perdas na distribuição, permitindo a representação das bacias e subsidiando a elaboração dos cenários. Os cenários elaborados (Tendencial, Desenvolvimento Sustentável e Conservação) simularam a evolução dos indicadores em diferentes situações, propondo medidas de priorização de investimentos e de gestão dos recursos hídricos. Dessa forma, foi possível propor ações que busquem garantir a sustentabilidade das bacias que compõem a MMP.

https://doi.org/10.14393/SN-v31n1-2019-43381
PDF-pt
PDF-en (English)

Direitos Autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem em revista de acesso público, os artigos são licenciados sob Creative Commons Attribution (BY), que permite o uso irrestrito, distribuição e reprodução em qualquer meio, desde que o trabalho original seja devidamente citado.

 
 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...