CLASSIFICAÇÃO ORIENTADA A OBJETO PARA DETECÇÃO DA EXPLORAÇÃO SELETIVA DE MADEIRA NA AMAZÔNIA

Conteúdo do artigo principal

André Monteiro
Christel Lingnau
Carlos Souza Jr

Resumo

A detecção remota da exploração seletiva de madeira na Amazônia vem sendo realizada através de métodos tradicionais de processamento de imagem de satélite baseados no pixel e em análises na escala de subpixel. Entretanto, métodos avançados que consideram além das informações espectrais, as espaciais e contextuais do pixel, podem ser úteis para suprir as deficiências dos métodos tradicionais de classificação. Neste estudo avaliamos o desempenho da classificação orientada a objeto aplicada às imagens de média (LANDSAT e ASTER) e alta (IKONOS) resolução espacial para detectar e mapear feições de florestas exploradas pela atividade madeireira na Amazônia meridional. A classificação orientada a objeto aplicada à imagem IKONOS possibilitou detectar pátios de estocagem e estradas da exploração madeireira e estimar a dimensão dos pátios, a distância entre eles e entre estradas secundárias e a largura das estradas principal e secundárias. As imagens LANDSAT e ASTER apresentaram limitações para algumas estimativas. Esta metodologia pode ser usada para avaliar planos de manejo florestal na Amazônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
MONTEIRO, A.; LINGNAU, C.; SOUZA JR, C. CLASSIFICAÇÃO ORIENTADA A OBJETO PARA DETECÇÃO DA EXPLORAÇÃO SELETIVA DE MADEIRA NA AMAZÔNIA. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 59, n. 3, 2009. DOI: 10.14393/rbcv59n3-44890. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44890. Acesso em: 24 maio. 2024.
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)