PUBLIC INFORMATION SYMBOLS IN TOURISM: IMPORTANCE, CHALLENGES, DIMENSIONS AND EMPIRICAL RESEARCH

Conteúdo do artigo principal

Sérgio Ricardo Fiori

Resumo

After the 1970's, tourism becomes an economic and social practice of great importance worldwide. Two major factors are decisive in this change: first, the space becomes smaller due to technological progress, which reduces physical distances by means of transport (displacement) of passengers and communication (satellite). At the same time, socioeconomic changes as the gradual reduction of working hours (forty weekly hours, weekends and paid holidays), increasing the purchasing power of a significant portion of the population (growing of the middle class in many countries) and the raising of the educational level open the way for the change. In this historical context, the pictograms, also called Public Information Symbols, are becoming increasingly important, as are established as facilitators in the media. The graphic feature is used in daily life, being enhanced in environments that shelter many different cultures and nationalities, which have limitations to understand and express themselves in other languages, either at airports, exhibition venues, fairs and international events, historic centers, etc. The paper aims at the importance of these symbols for contemporary society, highlighting some challenges related to the development and / or use of pictograms (language, time and culture) and the lack of global standardization. Subsequently, it presents a substantiation of sign projection dimensions followed by an empirical research with eighty-two Public Information Symbols.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
FIORI, S. R. PUBLIC INFORMATION SYMBOLS IN TOURISM: IMPORTANCE, CHALLENGES, DIMENSIONS AND EMPIRICAL RESEARCH. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 66, 2014. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44748. Acesso em: 23 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Sérgio Ricardo Fiori, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ

Professor adjunto da Universidade Rural do Rio de Janeiro. Bacharel, mestre e doutor em Geografia pela Universidade de São Paulo. Entre os anos de 2011 e 2012 trabalhou como editor em cartografia para a Editora Oxford University Press / Brasil. Durante anos foi assessor acadêmico da Academia de Viagens e Turismo (AVT) que, em conjunto com o Laboratório de Ensino e Material Didático (LEMADI) do Departamento de Geografia da FFLCH/USP, realiza cursos e desenvolve materiais didáticos para professores e alunos do ensino fundamental, médio e profissionalizante. Entre os anos de 2006 e 2009 fez parte da equipe do projeto "Caminhos do Futuro", uma parceria entre o Ministério do Turismo, IAP (Instituto de Academias Profissionalizantes), AVT e Núcleo de Turismo da Universidade de São Paulo. Ver referência - http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&interna=1&id=8974). Neste projeto, o pesquisador realizou inúmeras palestras, oficinas, mapas e materiais didáticos relacionados aos temas Cartografia e Turismo em 16 estados brasileiros - ver site:http://www.turismo.gov.br/turismo/o_ministerio/publicacoes/cadernos_publicacoes/09caminhos.html Em 2007 também desenvolveu uma coleção de mapas turísticos do município de São Paulo para a SPTuris - ver site: http://www.sp-turismo.com/sao-paulo/mapas-turisticos.htm Outros trabalhos podem ser vistos nos sites pessoais: http://srfiori.wix.com/sergiofiori e http://sergiofiori.carbonmade.com/ Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Educação, Cartografia Temática, Pictografia / Ilustração, Confecção de Mapas, Turismo e Orientação.