CARACTERIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO DA REGIÃO DE ENTORNO IMEDIATO (REI) DE ÁREAS URBANAS: UM ESTUDO PARA A ÁREA URBANA DE PIRACICABA-SP

Conteúdo do artigo principal

Gracieli Trentin
Eliana Corrêa Aguirre de Mattos
Marcos César Ferreira

Resumo

A Região de Entorno Imediato (REI) - área situada em faixa intermediária entre a mancha urbana e o espaço rural - é tema cada vez mais frequente em discussões sobre o planejamento municipal. Apesar de possuir identidade, função e dinâmica próprias, esta faixa de transição não possui uma delimitação espacial clara e precisa. O objetivo desta pesquisa é propor uma metodologia para delimitar e caracterizar a REI por meio de técnicas de sensoriamento remoto, de sistemas de informação geográfica (SIG) e métodos de análise espacial. Para o desenvolvimento desta proposta selecionou-se como área-teste o município de Piracicaba, localizado no estado de São Paulo, utilizando-se imagens de alta resolução disponíveis no software Google Earth, sobre as quais foram interpretados, com base em técnicas visuais, tipos de uso e ocupação do solo em áreas urbanas e rurais do município. A partir do centro médio ponderado da mancha urbana sobrepuseram-se círculos concêntricos isodistantes em 1.000 metros até o limite do perímetro municipal. A frequência dos usos identificados foi calculada para cada faixa de distância circular e para intervalos angulares de 45 graus. Com estas informações obtiveram-se funções de decaimento em relação à distância para cada intervalo angular. A sobreposição de grade UTM aos pontos de usos identificados resultou em uma superfície interpolada, cuja análise espacial permitiu a proposição do traçado da REI do município de Piracicaba e de suas regiões intermediárias. A aplicação desta metodologia possibilita a espacialização do traçado de linhas transitórias que pretende, utilizando a variação do percentual de usos, identificar a extensão da REI a partir de áreas com usos predominantemente urbanos e de suas áreas fronteiriças com aquelas predominantemente rurais. O comportamento anisotrópico da superfície da REI pode ser explicado na complexa interação entre a distribuição espacial das redes de circulação, especialmente rodovias, a aptidão agrícola dos solos, o traçado do rio Piracicaba e as políticas de planejamento implementadas pelo município.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
TRENTIN, G.; MATTOS, E. C. A. de; FERREIRA, M. C. CARACTERIZAÇÃO E DELIMITAÇÃO DA REGIÃO DE ENTORNO IMEDIATO (REI) DE ÁREAS URBANAS: UM ESTUDO PARA A ÁREA URBANA DE PIRACICABA-SP. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 67, n. 3, 2015. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44654. Acesso em: 27 maio. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gracieli Trentin, Universidade Federal do Rio Grande - FURG

Docente do Instituto de Oceanografia Universidade Federal do Rio Grande - FURG.

Eliana Corrêa Aguirre de Mattos, Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT)

Pós-doutoranda do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT)

Marcos César Ferreira, Universidade Estadual de Campinas

Docente do Departamento de Geografia - Instituto de Geociências - UNICAMP