MODELAGEM DA DINÂMICA ESPACIAL URBANA: MODELO DE AUTÔMATO CELULAR NA SIMULAÇÃO DE CENÁRIOS PARA O MUNICÍPIO DE AMERICANA-SP

Conteúdo do artigo principal

Gracieli Trentin
Maria Isabel Castreghini de Freitas

Resumo

O acelerado crescimento de áreas urbanas demanda novas metodologias de análise que possam contribuir e antecipar ações de planejamento urbano. Neste contexto, foi objetivo deste trabalho utilizar um modelo de autômato celular na modelagem da dinâmica espacial urbana de Americana-SP ao longo de 43 anos (1962-2005) e, posteriormente, simular as tendências de ocupação urbana para o curto e médio prazo. O trabalho foi elaborado com auxílio de sistemas de informação geográfica e do software de simulação DINAMICA EGO, compreendendo basicamente três fases. A primeira envolveu a preparação dos dados para o modelo, especificamente representações de uso da terra para cinco datas (1962, 1977, 1996, 2000 e 2005) que compreenderam os quatro períodos de simulação, além da seleção de variáveis espaciais que pudessem explicar as transições de uso identificadas em cada período. A segunda fase correspondeu à calibração e à validação do modelo, ou seja, foram definidos os parâmetros para a simulação dos cenários para cada um dos períodos definidos. A terceira fase constituiu-se da obtenção dos cenários de prognósticos. Americana apresentou intensa dinâmica espacial no período entre os anos de 1962 e 1996, correspondente aos dois primeiros períodos de simulação. A dinâmica urbana tendeu a desacelerar no período recente, no entanto o município apresenta-se quase totalmente urbanizado. Os cenários de curto e médio prazo indicam tendência de continuidade na dinâmica observada, porém em menor intensidade, conforme se verifica em outras áreas urbanas do país e do mundo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
TRENTIN, G.; FREITAS, M. I. C. de. MODELAGEM DA DINÂMICA ESPACIAL URBANA: MODELO DE AUTÔMATO CELULAR NA SIMULAÇÃO DE CENÁRIOS PARA O MUNICÍPIO DE AMERICANA-SP. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 62, 2011. DOI: 10.14393/rbcv62n0-43709. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43709. Acesso em: 13 abr. 2024.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Gracieli Trentin, UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Instituto de Geociências - IG

Maria Isabel Castreghini de Freitas, UNESP - Universidade Estadual Paulista

Instituto de Geociências e Ciências Exatas - IGCE