APLICAÇÃO DA PROPOSTA DE ORDEM DOS ANTROPOSSOLOS NO BAIRRO DO GANCHINHO - CURITIBA/PR

Conteúdo do artigo principal

Luciano Augusto Mysczak
Eduardo Vedor de Paula

Resumo

O avanço da urbanização e a interferência humana nas paisagens ocasionam alterações substanciais nos solos, os quais passam a apresentar características distintas dos solos remanescentes. A identificação de suas fragilidades e potencialidades permite o planejamento para seu uso adequado e a minimização de possíveis danos ambientais. Tal fato representa um grande desafio técnico para classificação, mapeamento e manejo apropriado destes solos alterados. Atualmente não há no Sistema Brasileiro de Classificação de Solos (SiBCS) um enquadramento para os Antropossolos. Em função disso, a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) apresentou em 2004 a aproximação de Proposta de Ordem para os Antropossolos, visando que a mesma seja analisada como uma proposição de nova Ordem do SiBCS. Com o intuito de apresentar contribuições a este debate, o presente artigo teve como objetivo classificar e mapear os solos no bairro Ganchinho em Curitiba/PR, considerando a proposta de Ordem dos Antropossolos. Como resultados, foram identificados na área de estudo 13 dos 16 grandes grupos de Antropossolos, correspondentes ao terceiro nível categórico da proposta, também foi possível apontar recomendações metodológicas para o mapeamento dos Antropossolos em área urbana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
MYSCZAK, L. A.; PAULA, E. V. de. APLICAÇÃO DA PROPOSTA DE ORDEM DOS ANTROPOSSOLOS NO BAIRRO DO GANCHINHO - CURITIBA/PR. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 69, n. 9, 2018. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/44091. Acesso em: 15 ago. 2022.
Seção
Artigos