CARTOGRAFIA E DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL APLICADOS AO ORDENAMENTO TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE MARIANA - MG

Conteúdo do artigo principal

Leonardo Andrade de Souza
Frederico Garcia Sobreira
José Francisco do Prado Filho

Resumo

O Município de Mariana - MG, localizado na região Central de Minas Gerais vem, nas últimas décadas, enfrentando problemas decorrentes da precária gestão e utilização dos recursos do meio físico. A desconsideração das peculiaridades geológicas e geomorfológicas locais, a pressão exercida sobre o ambiente pelo crescimento acelerado da população e a fragilidade das políticas públicas de planejamento urbano ajudaram a configurar o atual quadro de degradação ambiental local. A complexidade dos componentes geológicos e geomorfológicos, associado às intervenções antrópicas variadas (ocupação de áreas inadequadas, desmatamentos, alteração dos cursos das drenagens, alterações na paisagem, poluição das águas fluviais por efluentes líquidos e pelo descarte irregular e difuso de resíduos sólidos domésticos e entulhos diversos) têm contribuído intensamente para o surgimento de problemas geoambientais, principalmente, nas áreasmais intensamente ocupadas. O presente trabalho abordou, inicialmente, o estudo do meio físico da área do município de Mariana enfocando os aspectos geológicos e ambientais gerais e teve como objetivo principal fornecer subsídios para uma proposição do ordenamento territorial na área de abrangência do município em uma escala de 1:50.000. Em uma segunda etapa, a partir da análise de documentos cartográficos existentes e produzidos, fundamentada em estudos do meio físico, que suporta os meios biótico e antrópico, foram avaliadas qualitativamente as características gerais dos terrenos, os conflitos de usos e os principais impactos ambientais existentes, visando definir a capacidade de uso das diferentes unidades do território. Os produtos cartográficos obtidos nas etapas iniciais do trabalho possibilitaram, emuma última fase, a elaboração de uma carta temática derivada (carta de recomendação de uso do solo) que foi a base para a análise final do meio físico e a proposição de medidas adequadas em relação ao uso e ocupação territorial do município. Tal estudo foi a base para a elaboração do Plano Diretor Ambiental e Urbanístico de Mariana que teve sua análise e aprovação pela Câmara Municipal daquele município em janeiro de 2004.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Métricas

Carregando Métricas ...

Detalhes do artigo

Como Citar
SOUZA, L. A. de; SOBREIRA, F. G.; DO PRADO FILHO, J. F. CARTOGRAFIA E DIAGNÓSTICO GEOAMBIENTAL APLICADOS AO ORDENAMENTO TERRITORIAL DO MUNICÍPIO DE MARIANA - MG. Revista Brasileira de Cartografia, [S. l.], v. 57, n. 3, 2009. DOI: 10.14393/rbcv57n3-43535. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/revistabrasileiracartografia/article/view/43535. Acesso em: 2 dez. 2022.
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Leonardo Andrade de Souza, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Escola de Minas - Departamento de Engenharia Civil

Frederico Garcia Sobreira, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Escola de Minas - Departamento de Geologia

José Francisco do Prado Filho, Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP

Universidade Federal de Ouro Preto - UFOP Escola de Minas - Departamento de Engenharia de Produção