Educação permanente na saúde sobre Monkeypox em Unidades de Saúde da Família

um relato de experiência

Autores

  • Diogenes Ferreira dos Passos Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira
  • Bruna Ariella Aguiar Muniz Secretaria de Saúde do Recife
  • Rebecca Cavalcanti Carvalho Novaes Universidade Federal Rural de Pernambuco
  • Thalia Ariadne Peña Aragão Fundação Oswaldo Cruz https://orcid.org/0000-0001-6370-5612

DOI:

https://doi.org/10.14393/REP-2023-67043

Palavras-chave:

Varíola dos Macacos, Educação em saúde., Pandemias

Resumo

Este texto visa descrever a vivência da Vigilância Epidemiológica e de residentes em saúde de diversos programas de residência, que desenvolveram uma ação de educação permanente na saúde voltada a profissionais de diferentes categorias, alocados em várias unidades de Saúde da Família pertencentes ao Distrito Sanitário I, situado na cidade de Recife, Pernambuco, Brasil, acerca do Monkeypox vírus. Trata-se de um estudo qualitativo, com abordagem descritiva, do tipo relato de experiência, sistematizado de acordo com o modelo de Oscar Jara e desenvolvido por meio da observação e da vivência de residentes em saúde e a preceptora do grupo, no mês de agosto de 2022. A utilização do recurso produzido serviu de roteiro-guia para o diálogo com os profissionais, trazendo mais clareza sobre a evolução clínica e cronológica do Monkeypox vírus, bem como sobre os fluxos até então estabelecidos pelos órgãos sanitários. A experiência evidenciou a importância de ações de educação permanente na saúde, tendo em vista que esse espaço contribuiu para o esclarecimento de informações acerca do Monkeypox vírus, informando e direcionando os profissionais de saúde, com a utilização de fontes confiáveis e a criação de um espaço aberto, democrático e dinâmico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogenes Ferreira dos Passos, Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira

Residência em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), Pernambuco, Brasil; pesquisador do Grupo de Estudos em Gestão e Avaliação em Saúde.

Bruna Ariella Aguiar Muniz , Secretaria de Saúde do Recife

Residente em Saúde Coletiva na Secretaria de Saúde do Recife, Pernambuco, Brasil.

Rebecca Cavalcanti Carvalho Novaes, Universidade Federal Rural de Pernambuco

Residente em Diagnóstico por Imagem na Universidade Federal Rural de Pernambuco, Brasil.

Thalia Ariadne Peña Aragão, Fundação Oswaldo Cruz

Mestranda em Saúde Coletiva no Instituto Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Pernambuco, Brasil.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? Brasília: Ministério da Saúde, 2018. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_educacao_permanente_saude_fortalecimento.pdf. Acesso em: 13 dez. 2022.

CIMERMAN, S. et al. Human monkeypox preparedness in Latin America: are we ready for the next viral zoonotic disease outbreak after COVID-19? Brazilian Journal of Infectious Diseases, São Paulo, v. 26, n. 3, p. 1-4, jun. 2022. DOI 10.1016/j.bjid.2022.102372. Disponível em: https://www.bjid.org.br/en-pdf-S1413867022000599. Acesso em: 10 set. 2022.

CLARO, I. M. et al. Shotgun metagenomic sequencing of the first case of monkeypox virus in Brazil, 2022. Revista do Instituto de Medicina Tropical de São Paulo, São Paulo, v. 64, p. 1-4, jun. 2022. DOI 10.1590/S1678-9946202264048. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rimtsp/a/4K5czBsGKDtzbCS6wDhKLSj/?format=pdf&lang=en. Acesso em: 10 set. 2022.

COSTA, S. M. et al. Agente comunitário de saúde: elemento nuclear das ações em saúde. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 18, n. 7, p. 2147-2156, jul. 2013. DOI 10.1590/S1413-81232013000700030. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/Hp8zXRHDfcytm6vFb58dRhj/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

DANTAS, E. S. O. Saúde mental dos profissionais de saúde no Brasil no contexto da pandemia por Covid-19. Interface, Botucatu, v. 25, sup. 1, p. 1-9, jan. 2021. DOI 10.1590/Interface.200203. Disponível em: https://www.scielo.br/j/icse/a/rCWq43y7mydk8Hjq5fZLpXg/?format= pdf & lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

FALKENBERG, M. B. et al. Educação em saúde e educação na saúde: conceitos e implicações para a saúde coletiva. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 3, p. 847-852, mar. 2014. DOI 10.1590/1413-81232014193.01572013. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/kCNFQy5zkw4k6ZT9C3VntDm/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 15 dez. 2022.

FRIESTINO, J. K. O. et al. Qualificação profissional e o câncer infantojuvenil na atenção básica. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 35, p. 1-9, mar. 2022. DOI 10.37689/acta-ape/2022AO02771. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ape/a/nx8FP7MfxmYFJ9b5vLWvsVc/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

GARBIN, C. A. S. et al. O cuidado para pessoas com HIV/AIDS sob a ótica de agentes comunitários de saúde. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, p. 1-13, ago. 2019. DOI 10.1590/1981-7746-sol00185. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tes/a/TqPLYQGd9KT7JhPjntBwbQQ/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 14 dez. 2022.

GHAZVINI, K.; KEIKHA, M. Human Monkeypox resurgence 2022; a new presentation as a sexual pathogen. Annals of Medicine and Surgery, London, v. 80, p. 1-2, ago. 2022. DOI 10.1016/j.amsu.2022.104267. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9363942/pdf/main.pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

GONÇALVES, P. C. C.; SILVA, B. M. F. R.; APOLINÁRIO, F. V. A importância da educação em saúde como ferramenta a favor da vacinação contra o sarampo e o combate ao movimento antivacina e fake news. Revista Ibero-Americana de Humanidades, Ciências e Educação, São Paulo, v. 7, n. 10, p. 1-12, nov. 2021. DOI 10.51891/rease.v7i10.2979. Disponível em: https://periodicorease.pro.br/rease/article/view/2979/1163. Acesso em: 10 set. 2022.

GUIMARÃES, R. C. P.; LORENZO, C. F. G.; MENDONÇA, A. V. M. Sexualidade e estigma na saúde: uma análise da patologização da diversidade sexual nos discursos de profissionais da rede básica. Physis: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 31, n. 1, p. 1-21, nov. 2021. DOI 10.1590/S0103-73312021310128. Disponível em: https://www.scielo.br/j/physis/a/WbhPNXrjWbNwHbBKMbjQw8m/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

HORTA, R. L. et al. “Pegar” ou “passar”: medos entre profissionais da linha de frente da COVID-19. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, Rio de Janeiro, v. 71, v. 1, p. 24-31, fev. 2022. DOI 10.1590/0047-2085000000360. Disponível em: https://www.scielo.br/j/jbpsiq/a/F46C8gTm76457yyK7bMCvCs/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

JARA, O. A sistematização de experiências: prática e teoria para outros mundos possíveis. Brasília: CONTAG, 2012.

LOPES JÚNIOR, A. et al. Ensino e cuidado em saúde LGBTI+: reflexões no contexto da pandemia da Covid-19. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 44, sup. 1, p. 1-7, set. 2020. DOI 10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200409. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/ZqsxnTh5DBXyQPb8VhqhqkG/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 14 dez. 2022.

MEDINA, M. G. et al. Atenção Primária à Saúde em tempos de COVID-19: o que fazer? Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 8, p. 1-5, ago. 2020. DOI http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00149720. Disponível em: http://cadernos.ensp.fiocruz.br/static/arquivo/1678-4464-csp-36-08-e00149720.pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

MORAES, E. N. et al. COVID-19 in long-term care facilities for the elderly: laboratory screening and disease dissemination prevention strategies. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 9, p. 3445-3458, jun. 2020. DOI 10.1590/1413-81232020259.20382020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/HCcBfHY8x5SYpTxvNzFv9vN/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

MOROSINI, M. V.; FONSECA, A. F. Os agentes comunitários na Atenção Primária à Saúde no Brasil: inventário de conquistas e desafios. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 42, n. 1, p. 261-274, set. 2018. DOI 10.1590/0103-11042018S117. Disponível em: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/CtVJJm7MRgkGKjTRnSd9mxG/?lang=pt. Acesso em: 30 ago. 2022.

OLIVEIRA, K. T. et al. Principais medidas tomadas para a mudança dos processos assistenciais durante a pandemia por COVID-19. Enfermagem em Foco, Brasília, v. 11, n. 1, p. 235-238, maio 2020. DOI 10.21675/2357-707X.2020.v11.n1.ESP.3764. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/3764/834. Acesso em: 10 set. 2022.

RIZK, J. G. et al. Prevention and Treatment of Monkeypox. Drugs, New York, v. 82, p. 957-963, jun. 2022. DOI 10.1007/s40265-022-01742-y. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9244487/pdf/40265_2022_Article_1742.pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

ROSSI, S. Q. et al. Um novo olhar sobre a elaboração de materiais didáticos para educação em saúde. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 10, n. 1, p. 161-176, jun. 2012. DOI 10.1590/S1981-77462012000100010. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tes/a/7mvhqjYFpcSL4Nj39XZgyDd/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

SCHELB, M. et al. O processo de construção de material educativo para mulheres vítimas de violência. Enfermagem em Foco, Brasília, v. 10, n. 6, p. 50-56, jul. 2019. DOI 10.21675/2357-707X.2019.v10.n6.2324. Disponível em: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2020/06/O-processo-de-constru%C3%A7%C3%A3o-de-material-educativo-para-mulheres-v%C3%ADtimas-de-viol%C3%AAncia.pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

SECCO, A. C. et al. Educação permanente em saúde para Agentes Comunitários: um projeto de promoção de saúde. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, Belo Horizonte, v. 13, n. 1, p. 1-17, jan. 2020. DOI 10.36298/gerais2020130108. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/gerais/v13n1/09.pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

SILVA, C. M. S. C. et al. Processo de trabalho na vigilância em saúde no Brasil: uma scoping review. Cadernos de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 29, n. 4, p. 604-615, jan. 2021. DOI 10.1590/1414-462X202129040274. Disponível em: https://www.scielo.br/j/cadsc/a/Q4NyX8hsH9XNR8VBqNGHV9r/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

SLOMP JUNIOR, H. et al. O medo ao cuidar: reflexões sobre uma experiência de educação permanente em tempos de Covid-19. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, v. 46, n. 1, abr. p. 399-410, 2022. DOI 10.1590/0103-11042022E127. Disponível em: https://scielosp.org/pdf/sdeb/2022.v46nspe1/399-410/pt. Acesso em: 10 set. 2022.

SOARES, S. S. S. et al. Enfermagem brasileira no combate à infodemia durante a pandemia da Covid-19. Cogitare Enfermagem, Curitiba, v. 25, p. 1-11, jul. 2020. DOI 10.5380/ce.v25i0.74676. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/74676/pdf. Acesso em: 10 set. 2022.

SORATTO, J. et al. Insatisfação no trabalho de profissionais da saúde na Estratégia Saúde da Família. Texto & Contexto Enfermagem, Florianópolis, v. 26, n. 3, p. 1-11, mar. 2017. DOI 10.1590/0104-07072017002500016. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tce/a/94HTCtXHwtVfGQRwsTfvXGH/?lang=pt&format=pdf. Acesso em: 15 dez. 2022.

SOUSA, A. F. L.; SOUSA, A. R.; FRONTEIRA, I. Varíola dos macacos: entre a saúde pública de precisão e o risco de estigma. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 75, n. 5, p. 1-3, ago. 2022. DOI 10.1590/0034-7167.2022750501pt. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/Fskry43Fw58K3bDw6x6yWjw/?lang=pt. Acesso em: 30 ago. 2022.

TEIXEIRA, C. F. S. et al. A saúde dos profissionais de saúde no enfrentamento da pandemia de Covid- 19. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 25, n. 9, p. 3465-3474, set. 2020. DOI 10.1590/1413-81232020259.19562020. Disponível em: https://www.scielo.br/j/csc/a/6J6vP5KJZyy7Nn45m3Vfypx/?format=pdf & lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

URSINE, B. L.; TRELHA, C. S.; NUNES, E. F. P. A. O Agente Comunitário de Saúde na Estratégia de Saúde da Família: uma investigação das condições de trabalho e da qualidade de vida. Revista Brasileira de Saúde Ocupacional, São Paulo, v. 35, n. 122, p. 327-339, jun. 2010. DOI 10.1590/S0303-76572010000200015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbso/a/sPnDq56GCcdXjkVJVgtmCzD/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

WORLD HEALTH ORGANIZATION (WHO). Monkeypox: key facts. 2022. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/monkeypox. Acesso em: 30 ago. 2022.

YABRUDE, A. T. Z. et al. Desafios das fake news com idosos durante infodemia sobre Covid-19: experiência de estudantes de Medicina. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 44, sup. 1, p. 1-6, out. 2020. DOI 10.1590/1981-5271v44.supl.1-20200381. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbem/a/SsxfTkKXqDFKnvgWTSCTZtN/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 10 set. 2022.

Downloads

Publicado

28-04-2023

Como Citar

PASSOS, D. F. dos; MUNIZ , B. A. A.; NOVAES, R. C. C.; ARAGÃO, T. . A. P. Educação permanente na saúde sobre Monkeypox em Unidades de Saúde da Família: um relato de experiência. Revista de Educação Popular, Uberlândia, v. 22, n. 1, p. 334–348, 2023. DOI: 10.14393/REP-2023-67043. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/reveducpop/article/view/67043. Acesso em: 13 jun. 2024.