Três olhares sobre a análise de narrativas na pesquisa em educação matemática

Conteúdo do artigo principal

Carla Regina Mariano da Silva
https://orcid.org/0000-0003-3591-0242
Kátia Guerchi Gonzales
https://orcid.org/0000-0003-2827-2545
Maria Eliza Furquim Pereira Nakamura
https://orcid.org/0000-0002-2137-2765

Resumo

Este texto discute  narrativas em diferentes movimentos investigativos na História da Educação Matemática. Para essa reflexão, apresenta-se a experiência a partir de uma metodologia comum a três trabalhos. Assim, a História Oral (HO) é o aporte teórico-metodológico que coloca em movimento e faz refletir do seu potencial. Desta forma, tratamos – mais especificamente para esse texto – do modo como procedemos com as análises, explicitando para o leitor, como o caminhar da pesquisa e o amadurecimento científico do pesquisador fomentaram discussões e permitiram a constituição dos trabalhos analíticos. Os três diferentes olhares analíticos aqui apresentados enfatizam a potência da subjetividade na pesquisa, já que as escolhas teóricas estão intrinsecamente ligadas a trajetória da pesquisa e do pesquisador.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
Silva, C. R. M. da ., Gonzales , K. G. ., & Nakamura, M. E. F. P. . (2021). Três olhares sobre a análise de narrativas na pesquisa em educação matemática. Ensino Em Re-Vista, 28(Contínua), e058. https://doi.org/10.14393/ER-v28a2021-58
Seção
ARTIGOS DE DEMANTA CONTÍNUA

Referências

ALBUQUERQUE Jr. D. M. de. História: a arte de inventar o passado. Ensaios de Teoria da História. Bauru: EDUSC, 2007.

BICUDO, M. A. V. A hermenêutica e o trabalho do professor de Matemática. Cadernos da Sociedade Brasileira de Estudos e Pesquisas Qualitativos, v. 3, n. 3, p. 61-94, 1993.

BLOCH, M. Ofício de historiador (ou Apologia da História). Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

BOLÍVAR, A; DOMINGO, J; FERNÁNDEZ, M. La investigacion biográfico-narrativa en educación: Enfoque y metodología. 328 p. Madrid: Muralla S.A., 2001.

BOSI, E. Memória e Sociedade: lembranças de velhos. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

BRUNER, J. A construção narrativa da realidade. critical inquiry, v. 18, n.1, p.1-21, 1991. Tradução Waldemar Ferreira Netto,

BUJES, M. I. E. Descaminhos. In: COSTA, Marisa Vorraber (org.). Caminhos Investigativos II: outros modos de pensar e fazer pesquisa em Educação. 2. ed. Rio de Janeiro: Lamparina Editora, p. 13-34, 2007.

CURY, F. G. Uma história da formação de professores de matemática e das instituições formadoras do Estado do Tocantins. 290 f. Tese (Doutorado) - - Curso de Doutorado em Educação Matemática, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2011.

CURY, F.G; SOUZA, L.A; SILVA, H. Narrativas: um olhar sobre o exercício historiográfico na Educação Matemática. Bolema, Rio Claro, v. 28, n. 49, p. 910-925, ago. 2014. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-636X2014000200910&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 12 nov. 2019. https://doi.org/10.1590/1980-4415v28n49a23.

FERNANDES, F. S. A Quinta História: composições da educação matemática como área de pesquisa. 233 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação Matemática, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, SP, 2014.

GALLO, S.. O que é Filosofia da Educação? Anotações a partir de Deleuze e Guattari. Revista Perspectiva, Florianópollis. v. 18. n. 34, jul./dez. p. 49-68, 2000. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/perspectiva/article/ view/10418/9692. Acesso em: 09 set. 2016.

GARNICA, A. V. M. Pesquisa qualitativa e Educação (Matemática): de regulações, regulamentos, tempos e depoimentos. Mimesis, Bauru, v. 22, n. 1, p. 35-48, 2001.

GARNICA, A. V. M. Manual de História Oral em Educação Matemática: outros usos, outros abusos. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA MATEMÁTICA, Anais [...], Guarapuava/ PR, 2007.

GARNICA, A. V. M. (org). Cartografias Contemporâneas: mapeando a formação de professores no Brasil. 1. ed. Curitiba: Appris, 2014.

GARNICA, A. V. M. Ceci n´est pas un article: impressões fragmentadas sobre Arte e Educação Matemática. Zetetiké, Revista de Educação Matemática, Campinas-SP, FE-UNICAMP; FEUFF. v. 23, n. 43, p. 11-32, jan/jun. 2015a.

GARNICA, A. V. M. O pulo do sapo: narrativas, historia oral, insubordinação e Educação Matemática. In: D’AMBRÓSIO, Beatriz Silva; LOPES, Celi Espasadin (orgs.). Vertentes da subversão na produção científica em Educação Matemática. Campinas, SP: Mercado da Letras, p. 181-206, 2015b.

GOLDENBERG, M. A Arte de Pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais. 7. ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

GONZALES, K. G. Formar professores que ensinam Matemática: uma história do movimento das Licenciaturas Parceladas no Mato Grosso do Sul. 534 f. Tese (Doutorado) - Curso de Educação para a Ciência, Faculdade de Ciências, Universidade Estadual Paulista, Bauru, 2017.

MARTINS-SALANDIM, M.E. A interiorização dos cursos de Matemática no estado de São Paulo: um exame da década de 1960. 379 f. Tese (Doutorado) - Curso de Doutorado em Educação Matemática, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2012.

MINDLIN, B. Moqueca de maridos: mitos eróticos indígenas. 1. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2014.

NAKAMURA, M. E. F. P. Ginásios Vocacionais: estudo narrativo sobre uma proposta educacional da década de 1960. 627 p. Tese (Doutorado) - Curso de Doutorado em Educação Matemática). Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

PINTO, T.P. Produção de histórias na Educação Matemática: um exercício com os Projetos Minerva mobilizando texto ficcional e fotografias compósitas. Perspectivas da Educação Matemática, [s. l.], v. 8, n. n. temático, p. 862–881, 2015. Disponível em: http://seer.ufms.br/index.php/pedmat/article/viewFile/916/985. Acesso em: 03 out. 2018.

SILVA, C. R. M. da. Uma, nove ou dez narrativas sobre as licenciaturas em Ciências e Matemática em Mato Grosso do Sul. Tese (Doutorado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Unesp, Rio Claro, 2015.

THOMPSON, J. B. Ideologia e cultura moderna: teoria social crítica na era dos meios de comunicação de massa. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.