Dinâmica da ocupação e formação do território na região do médio Araguaia, no sudoeste tocantinense e a expansão da produção de grãos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT184967164

Palavras-chave:

Uso e Cobertura da Terra, Gestão Territorial, Recursos Hídricos

Resumo

O artigo apresenta uma reflexão sobre a dinâmica de ocupação e a formação do território na região do médio Araguaia, no sudoeste tocantinense, considerando o papel fundamental e estruturador da agricultura irrigada para a produção de grãos. A disponibilidade de recursos hídricos, possibilitou que a região se tornasse uma das maiores produtoras de grãos, arroz e soja, do Estado e de maior representatividade no contexto nacional. A presente pesquisa, analisou a evolução do uso e ocupação da terra ao longo de 30 anos, no período de 1988 a 2018, considerando que a ocupação pela monocultura de grãos ocorreu no início da década de 1980, época em que não contemplava nenhum estudo de impacto ambiental de médio e longo prazo, para o modelo agrícola adotado. As consequências, como o conflito pelo uso da água, em razão da substituição de áreas florestadas por pastagem e agricultura impactaram o ciclo hidrológico na região, alterando na quantidade e distribuição de chuvas. O conhecimento da dinâmica das transformações ocorridas, possibilita tomadas de decisões e estratégias que vissem a melhor gestão dos recursos hídricos, uma vez que a região depende dos sistemas de irrigação para garantir a produção de grãos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

13-03-2023

Como Citar

VERGARA, R. M. de O.; LUZ, R. A. da; FIGUEROA, F. E. V. Dinâmica da ocupação e formação do território na região do médio Araguaia, no sudoeste tocantinense e a expansão da produção de grãos. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 18, n. 49, p. 120–139, 2023. DOI: 10.14393/RCT184967164. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/67164. Acesso em: 21 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos