Mapeamento biorregional em comunidades pesqueiras

pertencimento territorial na costa do Nordeste brasileiro frente à impactos ambientais

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT174706

Resumo

O artigo apresenta a produção de mapas biorregionais vividos e gestados no território de comunidades pesqueiras, a partir de seu envolvimento, saberes e fazeres, referente aos impactos do derrame de petróleo em 09 localidades na costa do NE brasileiro. Diversas comunidades pesqueiras foram afetadas pelo crime do derramamento do petróleo ocorrido em 2019. A gestão territorial é constituída, no evento em tela, a partir de ações que visaram resolver problemas decorrentes dos impactos no território que são descritos e problematizados pelas próprias comunidades pesqueiras que tiveram o sofrimento prolongado ao longo do tempo e do espaço por conta da pandemia da Covid-19. As descrições e problematizações foram constituídas e sistematizadas a partir do projeto "Manchas do Sofrimento" originado do INCT Amb Tropic II, GT 4.0 Derrames de Óleo. Referenciais decoloniais e da Educação Popular permitiram a tessitura deste artigo, cuja metodologia se deu em uma abordagem qualitativa, a partir da construção colaborativa de mapas por parte de pescadores, pescadoras e uma equipe de pesquisadores e bolsistas da Universidade Federal da Bahia. A técnica do mapeamento biorregional, constituído a partir da ciência cidadã estrutura a dimensão metodológica. Como resultados, trazemos uma metodologia constituída de maneira integrativa, em que múltiplos saberes possibilitaram a elaboração de mapas, que demonstraram o sentimento de pertencimento de pescadores e pescadoras e defesa de suas territorialidades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Vieira, Universidade Federal da Bahia

Universidade Federal da Bahia, Faculdade de Educação, Doutor em Ciências do Ambiente,

Salvador, BA, Brasil.

Miguel da Costa Accioly, Universidade Federal da Bahia

Universidade Federal da Bahia, Instituto de Biologia, Salvador, Doutor em Ciências Biológicas,

BA, Brasil.

Tayane Lopes Santos, Universidade Federal da Bahia

Universidade Federal da Bahia, Instituto de Geociências, Graduada em Oceanografia,

Salvador, BA, Brasil.

Downloads

Publicado

04-10-2022

Como Citar

VIEIRA, F.; ACCIOLY, M. da C.; SANTOS, T. L. Mapeamento biorregional em comunidades pesqueiras: pertencimento territorial na costa do Nordeste brasileiro frente à impactos ambientais. Revista Campo-Território, Uberlândia-MG, v. 17, n. 47 Out., p. 105–129, 2022. DOI: 10.14393/RCT174706. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/67159. Acesso em: 28 nov. 2022.