A reforma agrária nas interfaces de Ignácio Rangel e Caio Padro Júnior

o desenvolvimento rural em questão

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT164308

Resumo

Desde meados do século XX, a questão agrária e a reforma agrária estão no centro dos debates das reformas sociais e econômicas relacionadas aos trabalhadores do campo. Nessa direção, este texto tem como escopo revisitar a questão agrária brasileira e a reforma agrária, articulando as análises de Ignácio Rangel e Caio Padro Junior, autores que se debruçaram sobre o tema proposto. Embora os autores tenham bases teóricas e interpretações diferenciadas, apresentam um projeto de transformação do rural brasileiro; essa transformação ainda é necessária na atual condição política e econômica brasileira. A partir de uma revisão bibliográfica desses dois autores, além de pesquisadores correlatos, é possível destacar que a reforma agrária se faz necessária na atualidade, mas requer políticas públicas adequadas para a sua realização, com vistas a amenizar as mazelas existentes na sociedade brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andre Luiz de Souza, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Sociólogo n° 000433/PR. Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Integrante do Grupo de Estudos e Pesquisa em Alimentação, Agricultura e Desenvolvimento (GEPAD). Licenciatura e Bacharelado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná. Especialização em Educação do Campo e Agroecologia na Agricultura Familiar e Camponesa- Residência Agrária pela Universidade Estadual de Campinas- SP.(UNICAMP).Mestrado em Ciências Sociais na Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE).Professor do Instituto Federal do Paraná (IFPR) entre 2017-2018. Atua nas áreas da Sociologia do Trabalho, Sociologia Rural, Sociologia do Meio Ambiente e Sociologia do Desenvolvimento e , desenvolvendo pesquisas com ênfase nas relações que se estabelecem entre os modos de organização do trabalho urbano e rural na contemporaneidade e os processos de subjetivação dos trabalhadores, especialmente a participação em movimentos sociais e nos processos de formulação e implantação de políticas públicas de trabalho e renda

Downloads

Publicado

22-02-2022

Como Citar

SOUZA, A. L. de. A reforma agrária nas interfaces de Ignácio Rangel e Caio Padro Júnior: o desenvolvimento rural em questão. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 16, n. 43 Dez., p. 170–196, 2022. DOI: 10.14393/RCT164308. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/61552. Acesso em: 12 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos