Dinâmicas produtivas e territoriais no Norte de Minas

o lugar invisível das economias nativas e apontamentos para políticas públicas

Autores

  • Carlos Alberto Dayrell Universidade Estadual de Montes Claros http://orcid.org/0000-0001-6960-9058
  • Rômulo Soares Barbosa Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES
  • João Batista de Almeida Costa Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT122706

Resumo

Neste artigo apresentamos reflexões sobre as economias nativas reforçando a construção conceitual dos elementos territoriais e econômicos relacionados com as populações que passam a se reconhecerem enquanto povos ou comunidades tradicionais. Tomamos como referência pesquisas realizadas no Norte de Minas Gerais em busca de lentes capazes de visibilizarem os circuitos econômicos associados às dinâmicas produtivas e territoriais promovidas por esta parcela do campesinato. Utilizamos o enfoque sobre Arranjos e Sistemas Produtivos Locais (ASPILs), como uma perspectiva de análise das economias locais, em particular as que não estão associadas à racionalidade capitalista. Vimos que um conjunto significativo de especializações produtivas se mantém e se reinventa no Norte de Minas, em sua maioria à margem de políticas específicas, com a permanência de assimetrias estruturais como a concentração fundiária e de tratamento indiferenciado pelo Estado.  Apontamos que a maioria dos circuitos econômicos por elas dinamizada permanece invisibilizada no cenário regional e nacional e excluídas das políticas públicas de cunho produtivo. Assim, as economias de Povos e Comunidades Tradicionais, a despeito da invisibilização histórica, apontam para novas oportunidades societárias e de desenvolvimento socioeconômico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Dayrell, Universidade Estadual de Montes Claros

Engenheiro agrônomo, doutorando pelo PPGDS/UNIMONTES.

Rômulo Soares Barbosa, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Doutor em Sociologia.
Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social

João Batista de Almeida Costa, Universidade Estadual de Montes Claros - UNIMONTES

Doutor em Antropologia, desenvolve estudos e pesquisas sobre povos e comunidades tradicionais no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social na Universidade Estadual de Montes Claros

Downloads

Publicado

18-10-2018

Como Citar

DAYRELL, C. A.; BARBOSA, R. S.; COSTA, J. B. de A. Dinâmicas produtivas e territoriais no Norte de Minas: o lugar invisível das economias nativas e apontamentos para políticas públicas. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 12, n. 27 Ago., 2018. DOI: 10.14393/RCT122706. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/39180. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos