Eucaliptização: um processo de especialização do Extremo Sul da Bahia?

Autores

  • Sebastião Pinheiro Gonçalves de Cerqueira Neto Universidade Federal de Sergipe
  • Sylvio Bandeira de Mello e Silva Universidade Católica do Salvador - UCSAL

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCT3611862

Palavras-chave:

Extremo Sul da Bahia, Eucalipto, Desenvolvimento

Resumo

Os primeiros registros da introdução do eucalipto no Brasil datam do século XIX, onde as primeiras espécies foram utilizadas no reflorestamento da floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro (BOHRER, 2002). Depois de mais de três séculos de sua implantação no Brasil o eucalipto continua despertando grandes debates que assumem direções opostas onde cada corrente procura impor a sua ideologia. Entendemos que nesta questão deveria ter relevo um diálogo que pautasse pela moderação numa relação que já está estabelecida e não vemos em curto espaço de tempo o desaparecimento de nenhuma das partes, que precisam conviver harmonicamente, inclusive, para que se evite conflitos físicos entre as pessoas. A monocultura do eucalipto no Extremo Sul representa a continuidade dos empreendimentos do Sudeste brasileiro na região. A entrada do eucalipto nesta região se deu na divisa com o estado do Espírito Santo. Depois de iniciar suas atividades no município de Aracruz (ES) em 1967, a Aracruz Celulose S.A. irá expandir suas plantações em direção ao Norte do estado até alcançar a Bahia, pelo Extremo Sul. Em seu trajeto o eucalipto vai transformando a economia, a sociedade e a paisagem dos lugares. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sebastião Pinheiro Gonçalves de Cerqueira Neto, Universidade Federal de Sergipe

Lincenciado em Geografia pela Fundação Universidade do Tocantins (1996), Mestre em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia (2001), orientado pela Profa. Dra. Suely Regina Del Grossi, e, atualmente Doutorando em Geografia na Universidade Federal de Sergipe

Downloads

Publicado

04-08-2008

Como Citar

CERQUEIRA NETO, S. P. G. de; SILVA, S. B. de M. e. Eucaliptização: um processo de especialização do Extremo Sul da Bahia?. Revista Campo-Território, Uberlândia, v. 3, n. 6 Ago., p. 85–108, 2008. DOI: 10.14393/RCT3611862. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/campoterritorio/article/view/11862. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos