DESIGUALDADES SOCIOESPACIAIS NO ACESSO A OPORTUNIDADES EM CAMPO GRANDE -MS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249668724

Palavras-chave:

Desigualdades socioespaciais, Distribuição de renda, Empregos, Equipamentos comunitários, Desigualdade racial

Resumo

Busca-se compreender como as desigualdades socioespaciais se apresentam em Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, partindo dos dados demográficos de renda e raça e do acesso a oportunidades de emprego, saúde e educação, oriundos do Ipea e ITDP. A pesquisa realizou-se por meio de análise teórica acerca do conceito de desigualdade socioespacial, levantamento de dados estatísticos e geoespaciais sobre renda, raça, emprego, acesso a postos de trabalho e equipamentos de saúde e de educação, para o ano de 2019. Nota-se que como muitas das grandes cidades brasileiras, Campo Grande possui concentração de pessoas mais ricas, brancas e de oportunidades de emprego nas porções centrais, entretanto, observa-se que os principais eixos viários da cidade, conformam uma distribuição desses aspectos em direção às saídas da cidade. Os bairros da periferia com menos oportunidades de emprego, são aqueles com maior porcentagem de pessoas negras, pobres e que também figuram com valores mais altos no Índice de Exclusão Social de Campo Grande. Assim, a cidade mostra-se profundamente desigual, de modo que essas disparidades conformam e sustentam a produção do espaço urbano. As desigualdades socioespaciais, visualizadas nos indicadores apresentados, mostram-se como condição, meio e produto da reprodução da sociedade campo-grandense.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Higor Cirilo da Costa, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Ge´ógrafo pela Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (FAENG/UFMS). Mestrando no Programa de Pós-Graduação em Geografia do Campus de Três Lagoas da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (CPTL/UFMS)

Flávia Akemi Ikuta, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutora em Geografia pela Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (FCT/UNESP). Professora na Faculdade de Engenharias, Arquitetura e Urbanismo e Geografia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (FAENG/UFMS).

Rafaela Fabiana Ribeiro Delcol, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Doutora em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Professora de graduação e pós-graduação em geografia no Campus de Três Lagoas da Universidade Federal Mato Grosso do Sul (CPTL/UFMS).

Downloads

Publicado

05-12-2023

Como Citar

COSTA, H. C. da; IKUTA, F. A.; DELCOL, R. F. R. DESIGUALDADES SOCIOESPACIAIS NO ACESSO A OPORTUNIDADES EM CAMPO GRANDE -MS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 96, p. 234–253, 2023. DOI: 10.14393/RCG249668724. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/68724. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos