CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS ÁREAS RURAIS: PESQUISA BIBLIOMÉTRICA SOBRE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EM BASE DE DADOS DE ACESSO LIVRE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249566976

Palavras-chave:

Economia ecológica, Desenvolvimento sustentável, Google Scholar, ResearchGate

Resumo

A atual escala de intervenção antrópica na dinâmica dos ecossistemas, principalmente nas áreas rurais, vem alterando o fluxo de benefícios providos pela água. Programas de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) hídricos têm estimulado mudanças de comportamento ao compensar financeiramente proprietários rurais em troca da garantia do fornecimento de serviços ambientais. Sendo assim, por meio de uma pesquisa bibliométrica, buscou-se levantar as publicações brasileiras que abordam o tema PSA e a conservação dos recursos hídricos nas áreas rurais, utilizando para isso a base de dados de Acesso Livre Google Scholar, rede social ResearchGate e Portal de Periódicos da CAPES. A pesquisa classifica-se como exploratória e descritiva, com análise documental quantitativa. Os PSA vêm ocupando cada vez mais espaço na agenda ambiental brasileira por serem capazes de manter a relação sociedade e natureza em equilíbrio, se tornando fundamental a divulgação desse aprendizado nas mais variadas fontes de dados como forma de popularizar a ciência, ampliar o alcance da pesquisa, inspirar novas iniciativas e mobilizar os tomadores de decisão para o fortalecimento dessa importante política pública. Apesar das limitações do Google Scholar e ResearchGate, ambas as plataformas são úteis para dar visibilidade e ampliar o alcance das publicações científicas relacionadas aos temas ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liliane Lacerda, Universidade Anhanguera

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional - Universidade Anhanguera UNIDERP. Graduada em Biologia pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB/MS) em 2002, com especialização em Turismo e Meio Ambiente (UCDB), foi trainee da Fundação Grupo Boticário por meio do Programa Trainee em Meio Ambiente e Educadora Ambiental na Fundação Neotrópica do Brasil. É Diretora Executiva do Instituto das Águas da Serra da Bodoquena - IASB (www.iasb.org.br). Desde 2004 atua na região da Serra da Bodoquena (MS) em diversos projetos socioambientais realizando atividades com as temáticas de Educação Ambiental, Restauração Florestal e Incentivo e Fortalecimento à Agroecologia e Extensão Rural, tendo idealizado projetos como: Feira Socioambiental de Bonito, o Programa de Incentivo à Ampliação das Áreas Verdes na Região da Serra da Bodoquena, Programa Sentinelas da Serra e criado os Calendários Ambientais Educação Ambiental no Pantanal e Nas Linhas da Serra da Bodoquena. Promove e coordena atividades de educação e sensibilização ambiental com jovens e adultos, bem como atua junto às instituições públicas e privadas para fomentar ações de conservação do solo e da água. É voluntária da Polícia Militar Ambiental, onde apoia e colabora ativamente com ações de Educação Ambiental nas escolas ribeirinhas do Pantanal Sul, sendo ainda a responsável pela ambientação, catalogação, identificação de espécies e o layout das informações para o Museu de Educação Ambiental da 2º Companhia, localizada em Corumbá. Produziu diversos materiais didáticos pelo IASB como Revistas de Atividades, Marcadores de Livro e Cartilhas. Foi uma das organizadoras do Livro Floresta, Água e Clima que reuniu iniciativas socioambientais de todo o Brasil. Também coordenou a realização do Seminário Nacional de Políticas Públicas Floresta, Água e Clima, realizado em Bonito/MS no ano de 2015 visando reunir projetos em todo o país apoiados pelo Programa Petrobras Socioambiental. Tem experiência em gestão de pessoas e de projetos e com os temas: conservação, viveiros florestais, restauração florestal, educação ambiental, ecoturismo, eventos técnicos, Serra da Bodoquena. Faz parte do Conselho do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica, Frente Parlamentar de Recursos Hídricos do MS e Conselho Municipal de Meio Ambiente de Bonito/MS.

Ademir Kleber Morbeck de Oliveira, Universidade Anhanguera

Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura Plena) pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (1989), mestrado em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (1993) e doutorado em Ciências, área de concentração em Ecologia e Recursos Naturais pela Universidade Federal de São Carlos (1996). Atualmente é professor da Universidade Anhanguera-Uniderp, Curso de Ciências Biológicas e do Programa em Meio Ambiente e Desenvolvimento Regional, área de Ciências Ambientais, na linha de pesquisa Sociedade, Ambiente e Desenvolvimento Regional Sustentável. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Ecologia de Ecossistemas, atuando principalmente nos seguintes temas: ecologia de ecossistemas, Pantanal, etnobiologia, sementes e análise de crescimento de espécies nativas. Bolsista de Produtividade em Pesquisa 1C do CNPq

Downloads

Publicado

02-10-2023

Como Citar

LACERDA, L.; OLIVEIRA, A. K. M. de. CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS ÁREAS RURAIS: PESQUISA BIBLIOMÉTRICA SOBRE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EM BASE DE DADOS DE ACESSO LIVRE. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 95, p. 113–130, 2023. DOI: 10.14393/RCG249566976. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/66976. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos