INVENTÁRIO E AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DO PATRIMÔNIO GEOMORFOLÓGICO DO MACIÇO DE BATURITÉ (CE)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG249365269

Palavras-chave:

Geomorfologia, Locais de interesse geomorfológico, Geoconservação

Resumo

A região do Maciço de Baturité no Ceará (Brasil) possui configuração geomorfológica decorrente, sobretudo, de deformações crustais cretáceas, diversidade litológica e erosão diferencial. Cristas, domos rochosos e encostas formam mirantes que, assim como diversas cachoeiras, constituem importantes atrativos turísticos. Nesse contexto, este trabalho apresenta o primeiro inventário e a avaliação quantitativa de patrimônio geomorfológico realizados na região. O principal objetivo foi identificar locais de interesse geomorfológico com valor didático/interpretativo e turístico/recreativo para inseri-los em propostas de conservação e educação ambiental, visando contribuir para sua valorização e proteção. O inventário ocorreu por meio de levantamento bibliográfico/cartográfico, consulta a especialistas e trabalho de campo. Em seguida, foi realizada a quantificação dos valores patrimoniais (científico, didático e turístico/recreativo) e da susceptibilidade à degradação, o que determinou as prioridades de proteção de cada local. Ao todo, foram inventariados e avaliados 17 locais de interesse geomorfológico. Os valores avaliados ficaram classificados como médio, alto e muito altos; a susceptibilidade à degradação se revelou de moderada a alta; o cálculo das prioridades de proteção apontaram necessidade de proteção a curto e médio prazos. Esses resultados poderão auxiliar na proposição de medidas conservacionistas para a região, por meio de ações voltadas para o perfil de cada local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea César da Silveira, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda em Geografia pelo Programa de Pós-graduação em Geografia da Universidade Estadual do Ceará (UECE), inserida no Laboratório de Estudos Morfoestruturais e Pedológicos (LEMEP). Possui mestrado em Tecnologia e Gestão Ambiental pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (2011), graduação em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (2017) e graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Ceará (2002).

Frederico de Holanda Bastos, Universidade Estadual do Ceará

Pós-doutor em Geografia Física (Universidade Federal do Ceará/UFC-2016), Doutor em Geografia (UFC-2012) e Mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFC-2005). Concluiu Especialização em Geoprocessamento Aplicado à Análise Ambiental e Recursos Hídricos (Universidade Estadual do Ceará/UECE-2005), Licenciatura em Geografia (UECE-2002) e Bacharelado em Geografia (UECE-2000). Atualmente é Professor Adjunto dos Cursos de Graduação em Geografia da UECE, Coordenador/Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Geografia (ProPGeo/UECE) e Tutor do Programa de Educação Tutorial PET/MEC - Geografia/UECE. Tem experiência na área de Geociências, atuando principalmente nas seguintes áreas: Geomorfologia, Geografia Ambiental e Geoprocessamento Aplicado a Estudos Ambientais.

Suedio Alves Meira, Instituto Federal do Piauí

Doutor em Geografia pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal do Ceara (UFC), com período sanduíche na Universidad de Zaragoza (Espanha) com Bolsa do Programa Institucional de Internacionalização (PRINT) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Em sua tese realizou pesquisa sobre o planejamento do Geopatrimônio do Parque Nacional de Ubajara, Ceará. Mestre em Geografia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), com dissertação sobre o Patrimônio Geológico do Parque Nacional de Jericoacoara, Ceará. Bacharel em Geografia pela Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), com dois período sanduíche no exterior, o primeiro alocado no curso de Geografia e Planeamento da Universidade do Minho, Portugal (Bolsa Santander Luso-Brasileiro, 2012) e no segundo período alocado no curso de Geologia, também na Universidade do Minho (Bolsa Ciência sem Fronteiras, 2012-2013). Atualmente é professor substituto do Instituto Federal do Piauí (campus Corrente). Apresenta afinidade e trabalhos nas temáticas relativas ao Geopatrimônio, Geodiversidade, Geoconservação, Geoturismo, Geomorfologia, Geotecnologia e Pedologia.

Downloads

Publicado

12-06-2023

Como Citar

SILVEIRA, A. C. da; BASTOS, F. de H.; MEIRA, S. A. INVENTÁRIO E AVALIAÇÃO QUANTITATIVA DO PATRIMÔNIO GEOMORFOLÓGICO DO MACIÇO DE BATURITÉ (CE). Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 24, n. 93, p. 132–152, 2023. DOI: 10.14393/RCG249365269. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/65269. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos