IMPACTOS SOCIOECONÔMICOS PRODUZIDOS PELA INSTALAÇÃO DE UM INSTITUTO FEDERAL: UMA ANÁLISE DA REALIDADE DE OEIRAS (PI)

Autores

  • Paulo Henrique de Carvalho Bueno Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG238960427

Palavras-chave:

Espaço Urbano, Economia Local, Institutos Federais de Educação

Resumo

Objetiva-se identificar os possíveis impactos socioeconômicos provocados pela instalação de um Instituto Federal na cidade de Oeiras (PI). Argumenta-se que a prestação de serviço educacional promove dinâmicas sociais e econômicas relevantes para a comunidade local, em função do dinamismo das formas e conteúdos presentes no espaço urbano oeirense. A pesquisa baseou-se em bibliografias concernentes à (re)produção do espaço, o papel da instalação dos Institutos Federais nessa dinâmica e aplicação de questionários online via Google forms junto aos servidores com vistas a investigar seus gastos na cidade, bem como os produtos e serviços que mais consomem. Constatou-se que a instalação do IFPI em Oeiras contribui com a dinâmica da economia local, seja nas dimensões materiais (bens e serviços), sejam áreas culturais (entretenimentos citadinos), fato(s)este(s) evidenciado(s) com a inserção de mais de dez milhões de reais anuais (conforme projeção para 2020 em valores brutos) só de salários a serem pagos aos servidores, recursos que ficam disponibilizados para o consumo da e na cidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Henrique de Carvalho Bueno, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí

Professor do IFPI - Campus Oeiras. Dr em Políticas Públicas - UFPI. Pós-doutorando em Geografia - PPGEO - UFPi

Downloads

Publicado

10-10-2022

Como Citar

BUENO, P. H. de C. IMPACTOS SOCIOECONÔMICOS PRODUZIDOS PELA INSTALAÇÃO DE UM INSTITUTO FEDERAL: UMA ANÁLISE DA REALIDADE DE OEIRAS (PI). Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 23, n. 89, p. 260–276, 2022. DOI: 10.14393/RCG238960427. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/60427. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos