PERSPECTIVAS MULTIESCALARES NA RELAÇÃO SOCIEDADE-NATUREZA: UM ENSAIO SOBRE SEUS DESAFIOS TEORICO-METODOLÓGICOS

Autores

  • Jéssica de Sousa Baldassarini Universidade Estadual Paulista

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG238859602

Palavras-chave:

Escalas geográficas, Relação sociedade-natureza, Espaço geográfico

Resumo

As problematizações sobre a questão escalar na Geografia atreladas, principalmente, com as questões da representação, da sua vinculação com a escala cartográfica e do seu papel na apreensão das dinâmicas do espaço geográfico, nos demonstram a importância do aprofundamento sobre o tema. Neste contexto, o presente artigo buscou abordar considerações acerca das escalas geográficas, incorporando o debate sobre a questão do espaço em movimento, das escalas enquanto construção social e da inter-relação entre escalas. Estas contribuições serviram de base para a elaboração de um esquema-síntese que objetiva trabalhar com a multiescalaridade na apreensão do espaço geográfico, entendido por meio da relação dialética das dinâmicas da natureza e da sociedade. Esta abordagem permitiu articular o processo de (re)produção do espaço geográfico com o movimento da diferenciação espacial, enquanto síntese das configurações espaciais da natureza e da sociedade, considerando a apreensão deste momento e suas contradições por meio de uma perspectiva multiescalar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-08-2022

Como Citar

BALDASSARINI, J. de S. PERSPECTIVAS MULTIESCALARES NA RELAÇÃO SOCIEDADE-NATUREZA: UM ENSAIO SOBRE SEUS DESAFIOS TEORICO-METODOLÓGICOS. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 23, n. 88, p. 220–234, 2022. DOI: 10.14393/RCG238859602. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/59602. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos