OS GERAIZEIROS E OS USOS DO TERRITÓRIO E A SOCIOBIODIVERSIDADE EM BURITIZEIRO-MG

Autores

  • Jaqueline Borges Inácio Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Geografia-UFU
  • Rosselvelt José Santos Professor Doutor Titular do Instituto de Geografia-UFU

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG0058473

Palavras-chave:

Sociobiodiversidade, Cerrado, RESEX, Geraizeiros

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar como ocorre nos lugares os diferentes usos do território no município de Buritizeiro na área delimitada para implantação da Reserva Extrativista Serra do Alemão. Ao tratarmos de processos amplos discutimos a importância da sociobiodiversidade do Cerrado na região Norte de Minas Gerais, principalmente em espaços comunitários. As informações foram obtidas a partir de trabalho de campo em duas comunidades rurais que estão situadas na área delimitada.  Nas comunidades Gerais do Calixto e Lança 1 dialogamos demoradamente com os sujeitos locais obtendo descrições detalhadas das suas práticas sociais, das paisagens, dos seus modos de vida, de suas lutas e mobilizações para se manterem como populações tradicionais e extrativistas. A luta em defesa do território foi narrada como repleta de estratégias sociais para permanecerem dilatando suas experiências. O uso do território requisitado a ser RESEX pelos geraizeiros, além de ser uma forma de resistência é nos lugares que eles criam e também recriam ciências sobre formas, conteúdos e estruturas sociais objetivando garantir a vida em suas várias dimensões.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

16-12-2020

Como Citar

INÁCIO, J. B. .; SANTOS, R. J. . OS GERAIZEIROS E OS USOS DO TERRITÓRIO E A SOCIOBIODIVERSIDADE EM BURITIZEIRO-MG . Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, p. 105–116, 2020. DOI: 10.14393/RCG0058473. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/58473. Acesso em: 5 dez. 2022.