DA AUTOGOVERNANÇA À DEPENDÊNCIA DO PODER PÚBLICO: O ‘CIRCUITO ITALIANO DE TURISMO RURAL’ NO MUNICIPIO DE COLOMBO (PARANÁ, BRASIL)

Autores

  • Clotilde Zai Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Cicilian Luiza Lowën Sahr Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG)

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG238557378

Palavras-chave:

Turismo, Desenvolvimento, Região Metropolitana de Curitiba

Resumo

O turismo vem contribuindo para o desenvolvimento do entorno rural na Região Metropolitana de Curitiba, área de grande concentração urbana localizada no leste do estado do Paraná, Brasil. Roteiros turísticos rurais são os instrumentos utilizados para o fomento desse desenvolvimento. Analisa-se aqui a articulação entre roteirização turística e desenvolvimento territorial a partir da constituição de sistemas de autogovernança: as associações e os conselhos de roteiros. O aprofundamento empírico se volta ao ‘Circuito italiano de turismo rural’ no município de Colombo. A abordagem utilizada é qualitativa e se pauta em entrevistas de profundidade e observação in loco. Avalia-se o potencial natural e cultural explorado, as transformações ocorridas no sistema produtivo local e o processo de gestão do roteiro. O roteiro analisado, que tem Curitiba como principal público consumidor, apresenta-se como um exemplo de desenvolvimento territorial rural. Ele explora os potenciais da produção agrícola, das festas típicas, da gastronomia, da natureza e da arquitetura. Todavia, as dinâmicas autônomas vêm sendo gradativamente reduzidas, crescendo a dependência para com o poder público.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

04-02-2022

Como Citar

Zai, C., & Sahr, C. L. L. . (2022). DA AUTOGOVERNANÇA À DEPENDÊNCIA DO PODER PÚBLICO: O ‘CIRCUITO ITALIANO DE TURISMO RURAL’ NO MUNICIPIO DE COLOMBO (PARANÁ, BRASIL). Caminhos De Geografia, 23(85), 102–114. https://doi.org/10.14393/RCG238557378

Edição

Seção

Artigos