MODELO PARA IDENTIFICAÇÃO DA QUALIDADE DE FRAGMENTOS DE VEGETAÇÃO NATIVA: ESTUDO DE CASO DA BACIA DO RIO PIRACICABA /MG

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG228356265

Palavras-chave:

Fragmentação, Biogeografia, Biogeografia, Métricas da vegetação, Métricas da vegetação

Resumo

A fragmentação de habitats impacta a biodiversidade no sentido de reduzi-los nos níveis de organização estrutural, taxonômica e funcional, bem como genético, específico e ecossistêmico. Apesar de possíveis causas naturais, ela tem sido intensificada pela ação antrópica. Habitats naturais têm sido transformados em mosaicos paisagísticos onde manchas de vegetação nativa se diluem entre áreas modificadas. A fragmentação induz a perda da qualidade do habitat por, entre outros motivos, modificar a sua forma e métrica, potencializando a vulnerabilidade ambiental. Além da perda da qualidade de hábitat, a fragmentação reduz as taxas de migração e/ou recolonização de espécies. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa foi elaborar um modelo de mensuração de qualidade de fragmentos de vegetação nativa, baseado em sua métrica. Para atingir os objetivos foram selecionadas as variáveis, tamanho do fragmento, isolamento e índice de circularidade. Para o processamento dos dados, foi utilizado o software ArcGis. O modelo criado foi aplicado à bacia do rio Piracicaba-MG. Observou-se maior concentração de vegetação nativa na região meridional da bacia, onde estão localizadas as nascentes dos principais tributários do rio principal. Cerca de 80% dos fragmentos de vegetação foram classificados como dotados de qualidade muito alta, ou seja, são mais propícios à conservação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ewerton Ferreira Cruz, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC)

Doutorando do Programa de Pós-graduação em Geografia - Tratamento da Informação Espacial

Alecir Antonio Maciel Moreira, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC)

Professor da Pós-graduação em Geografia - Tratamento da Informação Espacial

Downloads

Publicado

04-10-2021

Como Citar

FERREIRA CRUZ, E.; MOREIRA, A. A. M. MODELO PARA IDENTIFICAÇÃO DA QUALIDADE DE FRAGMENTOS DE VEGETAÇÃO NATIVA: ESTUDO DE CASO DA BACIA DO RIO PIRACICABA /MG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 22, n. 83, p. 176–186, 2021. DOI: 10.14393/RCG228356265. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/56265. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos