EXPANSÃO URBANA DE SÃO MIGUEL/RN: ANÁLISE NO RECORTE TEMPORAL DE 2000 A 2017

Autores

  • Daniela de Freitas Lima Universidade Federal de Campina Grande - UFCG
  • Almir Mariano de Sousa Junior Universidade Federal Rural do Semi-Árido/Universidade do Estado do Rio Grande do Norte http://orcid.org/0000-0002-3151-3832
  • Francisco do O' de Lima Júnior Universidade Regional do Cariri/Universidade do Estado do Rio Grande do Norte
  • José Henrique Maciel de Queiroz Universidade Federal Rural do Semi-Árido

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG228054814

Palavras-chave:

Crescimento urbano, Ordenamento territorial, Instrumentos legais urbanos, Especulação imobiliária

Resumo

O crescimento urbano brasileiro ocorreu mais intensivamente a partir do século XX, motivado especialmente pela industrialização e, a consequente migração do campesinato, isto é, foi a influência capitalista que consolidou a inversão urbano-rural que o país vivenciou a partir da década de 1970. O objetivo deste trabalho é analisar a expansão urbana do município São Miguel/RN mediante as dinâmicas territoriais a ele associadas. Para tanto, foram estudados dados sobre a população, economia, instrumentos de ordenamento territorial e loteamentos deste município no período de 2000 a 2017, obtidos por meio da coleta documental digital e em órgãos municipais; e de entrevistas com prefeito municipal, historiador e colunista, chefe do departamento de fiscalização de obras e com moradores de São Miguel/RN. Constatou-se que a expansão urbana recente da cidade de São Miguel/RN teve a influência de dinâmicas sociodemográficas, do crescimento do setor terciário, dos parcelamentos do solo urbano e dos direcionamentos existentes em legislação municipal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniela de Freitas Lima, Universidade Federal de Campina Grande - UFCG

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil e Ambiental (PPGECA/UFCG) e Mestra pelo Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais no Semiárido (PLANDITES/UERN).

Almir Mariano de Sousa Junior, Universidade Federal Rural do Semi-Árido/Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Possui graduação em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, Especialista em Geografia e Gestão Ambiental, Mestrado em Engenharia de Petróleo e Gás Natural e Doutor em Ciência e Engenharia de Petróleo (UFRN). É professor Efetivo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido, professor do Mestrado Acadêmico em Planejamento e Dinâmicas Territoriais da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte e Diretor Administrativo da Caixa de Assistência aos Profissionais do CREA-RN. Atualmente desenvolve pesquisas e extensão universitária na área de Planejamento Urbano, Cidades Inteligentes e Regularização Fundiária Urbana.

Francisco do O' de Lima Júnior, Universidade Regional do Cariri/Universidade do Estado do Rio Grande do Norte

Doutor em Desenvolvimento Econômico pelo Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas (IE-UNICAMP), na área de concentração Desenvolvimento Econômico, Espaço e Meio Ambiente. Realizou Estágio de Doutorado com Bolsa CAPES no Institut für Geographie - Universität Innsbruck (Instituto de Geografia da Universidade de Innsbruck, Áustria), sendo supervisionado pelo Prof. Dr. PhD Martin Coy. Possui mestrado em Economia pelo Instituto de Economia da Universidade Federal de Uberlândia/MG (2008) e graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Regional do Cariri (URCA) (2001). Tem Especialização em Planejamento e Políticas Educacionais pela URCA. Atualmente é Professor Associado do Departamento de Economia da URCA (DE/URCA) e também da Diretoria do Geopark Araripe, um Projeto de Desenvolvimento e Preservação Territorial reconhecido e tutelado pelo Programa de Geoparks Mundiais da UNESCO. É Membro Permanente do Programa de Pós-graduação em Planejamento e Dinâmicas Territoriais do Semiárido (Mestrado Acadêmico), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Campus Avançado Profa. Maria Elisa Albuquerque Maia (CAMEAM) de Pau dos Ferros/RN. Faz parte como professor pesquisador da Cátedra UNESCO Geoparks, Sustainable Regional Development and Healthy Lifestyles do Programa de Cátedras e Rede UNITWIN da UNESCO. Trabalha com temas na área de Economia e Desenvolvimento Econômico, com ênfase em Economia Política da Urbanização, Economia e Desenvolvimento Regional e Urbano, Planejamento Regional e Urbano, Economia do Ceará e do Cariri, explorando investigações como: território e desenvolvimento, espacialidades econômicas e rede urbana, transformações inter e intra urbanas, divisão espacial do trabalho no capitalismo contemporâneo. É Reitor da Universidade Regional do Cariri (URCA), eleito com ampla maioria nos três segmentos (estudantes, servidores e professores) em consulta acadêmica, e nomeado pelo Governador do Estado do Ceará para o mandato de 2019-2023.

José Henrique Maciel de Queiroz , Universidade Federal Rural do Semi-Árido

Possui graduação em Engenharia Civil (2018) e em Ciência e Tecnologia (2016), ambas pela Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Possui especialização em Engenharia de Estruturas de Concreto Armado (2020) pela Faculdade Única de Ipatinga. Atualmente é professor substituto no curso de Engenharia Civil da UFERSA Campus Pau dos Ferros, ministrando disciplinas nas áreas de Estruturas e Geotecnia.

Downloads

Publicado

05-04-2021

Como Citar

DE FREITAS LIMA, D.; MARIANO DE SOUSA JUNIOR, A.; DO O’ DE LIMA JÚNIOR, F.; HENRIQUE MACIEL DE QUEIROZ , J. EXPANSÃO URBANA DE SÃO MIGUEL/RN: ANÁLISE NO RECORTE TEMPORAL DE 2000 A 2017. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 22, n. 80, p. 182–200, 2021. DOI: 10.14393/RCG228054814. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/54814. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos