POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE DE PERNAMBUCO: FORMAÇÃO DE AGLOMERADO PRODUTIVO E SUAS DINÂMICAS ESPACIAIS

Autores

  • Twane Maria Cordeiro Xavier UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217349475

Palavras-chave:

Atividade de confecção, Arranjo Produtivo Local, Regionalização

Resumo

Entender as relações entre a especialização nas atividades econômicas de uma região produtiva e sua configuração enquanto polo, partindo de uma compreensão das relações entre os municípios, foi o objetivo geral deste trabalho. Com base em dados relacionados ao quantitativo de produção voltada para confecção, deslocamento pendular para trabalho e deslocamento para vendas, foram identificadas as cidades que compõem o Polo de Confecções do Agreste de Pernambuco, tendo em conta as diferentes intensidades dessas atividades entre uma área central e uma área periférica na região produtiva. Com isso, o resultado apresentado foi a compreensão da configuração regional composta pelos municípios que mais se destacaram em relação aos dados observados e a formação das áreas de abrangência da região produtora em dois níveis de intensidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

09-03-2020

Como Citar

XAVIER, T. M. C. POLO DE CONFECÇÕES DO AGRESTE DE PERNAMBUCO: FORMAÇÃO DE AGLOMERADO PRODUTIVO E SUAS DINÂMICAS ESPACIAIS . Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 21, n. 73, p. 429–444, 2020. DOI: 10.14393/RCG217349475. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/49475. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos