ESPECIALIZAÇÃO REGIONAL PRODUTIVA E VULNERABILIDADE TERRITORIAL DOS MUNICÍPIOS SUCROENERGÉTICOS NO TRIÂNGULO MINEIRO/ALTO PARANAÍBA

Autores

  • Henrique Faria dos Santos Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG207242822

Palavras-chave:

Especialização regional produtiva, Vulnerabilidade territorial, Setor sucroenergético, Uso corporativo do território.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a especialização regional produtiva e a vulnerabilidade territorial de municípios sucroenergéticos no Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba, região que teve forte crescimento da agroindústria sucroenergética entre 2000 e 2011. A sistematização teórica, estatístico-documental e de entrevistas permitiu concluir que vários municípios dessa região se tornaram altamente especializados e dependentes da produção e/ou processamento da cana-de-açúcar e de seus derivados industriais (açúcar, etanol e bioeletricidade), levando a um quadro preocupante de vulnerabilidade territorial, sobretudo naqueles municípios com baixo patamar demográfico e com pequenos núcleos urbanos. O engessamento do uso do território provocado pelo padrão espacial de ocupação da agroindústria sucroenergética resultou na diminuição da diversidade produtiva no campo e no atrelamento quase que exclusivo dos setores secundários e terciários ao funcionamento das usinas, representando diversas implicações socioeconômicas, como às que se efetivaram recentemente nos municípios de Canápolis, Capinópolis, Fronteira e Ibiá que tiveram unidades desativadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Henrique Faria dos Santos, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP, Brasil

Mestrando em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Graduado em Geografia Licenciatura (2011) e Bacharelado (2014) pela Universidade Federal de Alfenas (UNIFAL-MG).

Downloads

Publicado

14-12-2019

Como Citar

Santos, H. F. dos. (2019). ESPECIALIZAÇÃO REGIONAL PRODUTIVA E VULNERABILIDADE TERRITORIAL DOS MUNICÍPIOS SUCROENERGÉTICOS NO TRIÂNGULO MINEIRO/ALTO PARANAÍBA. Caminhos De Geografia, 20(72), 169–188. https://doi.org/10.14393/RCG207242822

Edição

Seção

Artigos