ANÁLISE DA EVOLUÇÃO TEMPORAL DO USO E COBERTURA DA TERRA NA BACIA DO RIBEIRÃO DA LAJE, NO SUDOESTE DE GOIÁS, DE 1987 A 2017

Autores

  • Wellmo dos Santos Alves Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano
  • Alécio Perini Martins Universidade Federal de Jataí.
  • Iraci Scopel Universidade Federal de Jataí.

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG217442492

Palavras-chave:

Geotecnologias, Planejamento ambiental, Recursos hídricos

Resumo

O modelo de produção, principalmente a partir da revolução industrial, muitas vezes sem considerar a conservação dos recursos naturais para atender à demanda de uma população mundial crescente, tem causado desequilíbrios ecológicos (perda da biodiversidade, impactos negativos nos solos e recursos hídricos, entre outros). Assim, objetivou-se entender as mudanças do uso e cobertura da terra na bacia do ribeirão da Laje, de 1987 a 2017. Esse recurso é importante para diversos usos múltiplos na microrregião Sudoeste de Goiás, sendo uma das principais fontes de água para o abastecimento público da população de Rio Verde (GO). Com o uso de geotecnologias, foram gerados os produtos cartográficos e obtidos dados quantitativos, estes analisados utilizando a técnica de matriz de transição. Foram observados, principalmente: substituição significativa de pastagem por área de agricultura; diminuição da vegetação de Cerrado; expansão da área urbana, industrial, de construção rural e represas; e extensas áreas com erosão laminar e em sulco, principalmente associadas à pastagem degradada. Esses dados indicam a necessidade de políticas públicas comprometidas com o desenvolvimento econômico condizente com a sustentabilidade ambiental. Esse trabalho irá subsidiar o planejamento e a gestão ambiental dessa bacia hidrográfica e servirá de base para outros estudos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Wellmo dos Santos Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano

Doutorando e Mestre em Geogr. Física, com ênfase em Análise Ambiental (Recursos Hídricos e Geotecnologias Aplicadas), pela Universidade Federal de Goiás; Engenheiro Agrônomo pelo IF Goiano - Campus Rio Verde; e Técnico em Agropecuária pelo Centro Federal de Educação Tecnológica de Rio Verde; credenciado pelo INCRA para georreferenciar imóveis rurais; trabalha no Instituto Federal Goiano; desenvolve pesquisa na área de Meio Ambiente. Interesse nos seguintes temas: Recursos Hídricos, Geotecnologias Aplicadas e Agricultura Sustentável.

Alécio Perini Martins, Universidade Federal de Jataí.

Doutor (2015), Mestre (2009), Licenciado e Bacharel (2007) em Geografia pelo Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia. Docente nos cursos de Graduação e Pós-graduação em Geografia da Universidade Federal de Goiás, Regional Jataí, onde é coordenador do Laboratório de Geoinformação, coordenador de Pesquisa da Unidade Acadêmica de Estudos Geográficos e Sub-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Geografia. Tem experiência na área de Geografia, atuando principalmente nos seguintes temas: Geoprocessamento, Sensoriamento Remoto, Planejamento Ambiental, Climatologia e Mudanças Ambientais.

Iraci Scopel, Universidade Federal de Jataí.

Possui graduação em Agronomia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1975), graduação em Licenciatura de Curta Duração Em Ciênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1971), graduação em Filosofia pela Fundação Universidade de Bagé (1972), mestrado em Ciência do Solo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1977) e doutor em Ciências Florestais pela Universidade Federal do Paraná (1988). Atualmente é professor titular da Universidade Federal de Jataí. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Manejo e Conservação do Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: uso da terra, sensoriamento remoto, erosão do solo, conservação do solo e climatologia.

Downloads

Publicado

27-04-2020

Como Citar

Alves, W. dos S., Martins, A. P., & Scopel, I. (2020). ANÁLISE DA EVOLUÇÃO TEMPORAL DO USO E COBERTURA DA TERRA NA BACIA DO RIBEIRÃO DA LAJE, NO SUDOESTE DE GOIÁS, DE 1987 A 2017. Caminhos De Geografia, 21(74), 01–20. https://doi.org/10.14393/RCG217442492

Edição

Seção

Artigos