UNIDADES DA PAISAGEM: ESTUDO APLICADO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO MANANCIAL BALNEÁRIO DA AMIZADE - SÃO PAULO/BR

Autores

  • Fernanda Bomfim Soares UNESP, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Pós-Graduação em Geografia. Presidente Prudente
  • Antonio Cezar Leal UNESP, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Pós-Graduação em Geografia. Presidente Prudente

Palavras-chave:

Planejamento Ambiental, Bacia Hidrográfica, Diagnóstico Ambiental, Paisagem, Balneário da Amizade

Resumo

O presente trabalho apresenta a metodologia empregada a partir das concepções metodológicas de Rodriguez (1994), Rodriguez e Silva (2013) e Leal (1995), com a realização do Planejamento Ambiental a partir das etapas de Organização, Inventário, Diagnóstico, Prognóstico e Proposições, incluindo a elaboração de mapas temáticos e de síntese, utilizando o Sistema de Informação Geográfica (SIG), Sistema de Posicionamento Global (GPS), trabalhos de campo, análise e sistematização de dados e informações. Porém, devido à complexidade de todo o conteúdo, neste trabalho aborda, apenas, a etapa de Diagnóstico Ambiental da bacia hidrográfica do manancial Balneário da Amizade, localizada nos municípios de Ãlvares Machado e Presidente Prudente, São Paulo, Brasil, contribuindo para o planejamento ambiental e para o zoneamento ambiental de bacias hidrográficas. Para tanto, realizou-se a revisão bibliográfica sobre conhecimentos teóricos e metodológicos de planejamento ambiental, gestão de bacias hidrográficas, gestão de recursos hídricos e geoecologia da paisagem, bem como sobre identificação e análise da situação das áreas de Preservação Permanente (APP) e diversas legislações ambientais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

30-12-2017

Como Citar

Soares, F. B., & Leal, A. C. (2017). UNIDADES DA PAISAGEM: ESTUDO APLICADO NA BACIA HIDROGRÁFICA DO MANANCIAL BALNEÁRIO DA AMIZADE - SÃO PAULO/BR. Caminhos De Geografia, 18(64), 339–356. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/40945