VULNERABILIDADE NATURAL A PERDA DE SOLOS NO MUNICÍPIO DE ALTO ALEGRE DOS PARECIS E SEUS IMPACTOS SOBRE A A TERRA IND͍GENA RIO MÉQUENS - RONDÔNIA

Autores

  • Alex Mota dos Santos Faculdade de Ciência e Tecnologia - Universidade Federal de Goiás, campus cidade de Aparecida de Goiânia
  • Jéssica Linhares da Silva Frederico Instituto Federal do Pará, campus Itaituba

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG196607

Palavras-chave:

gestão em terras indígenas, impactos ambientais, modelagem geográfica.

Resumo

A estabilidade do ambiente físico em torno das terras indígenas de Rondônia é perturbada pelo processo de ocupação encorajado pelo Estado Nacional. Assim, o objetivo da pesquisa foi avaliar a vulnerabilidade natural à perda de solo no município de Alto Alegre dos Parecis e avaliar os impactos desse processo sobre a terra indígena Rio Mequéns. Foi utilizada uma modelagem geográfica num Sistema de Informação Geográfica (SIG).. Os resultados revelaram que a perda de solo favoreceu a formação de voçorocas e areais em áreas mais altas do relevo. Assim, o material particulado que se desprende pode atingir os cursos de água dentro da terra indígena o que inviabiliza a navegação em períodos de estiagem e afeta a ictiofauna, que faz parte da dieta alimentar dos povos indígenas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alex Mota dos Santos, Faculdade de Ciência e Tecnologia - Universidade Federal de Goiás, campus cidade de Aparecida de Goiânia

Professor da Faculdade de Ciências e Tecnologias, com área de atuação em geociências.

Downloads

Publicado

18-07-2018

Como Citar

dos Santos, A. M., & Frederico, J. L. da S. (2018). VULNERABILIDADE NATURAL A PERDA DE SOLOS NO MUNICÍPIO DE ALTO ALEGRE DOS PARECIS E SEUS IMPACTOS SOBRE A A TERRA IND͍GENA RIO MÉQUENS - RONDÔNIA. Caminhos De Geografia, 19(66), 97–115. https://doi.org/10.14393/RCG196607

Edição

Seção

Artigos