COMPARTIMENTAÇÃO MORFOLITOLÓGICA DO MUNICÍPIO DE ROSÁRIO DO SUL - RS: UMA ANÁLISE INTEGRADA DO MEIO FÍSICO

Autores

  • Daniélli Flores Dias Universidade Federal de Santa Maria
  • Romario Trentin Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG196516

Palavras-chave:

Relevo, Litologia, Planejamento, Reordenamento Territorial

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo realizar a compartimentação morfolitológica do município de Rosário do Sul, que localiza-se no sudoeste do Rio Grande do Sul. Para isso, realizou-se uma associação dos elementos contidos nos levantamentos de relevo e litologias, que permitiram definir dez unidades morfolitológicas que serviram como base para a análise e a caracterização do meio físico da área de estudo. Com isso, destaca-se que a metodologia utilizada tornou-se viável para a área em questão, em razão de que um dos principais focos desse trabalho é aproximar as discussões referentes ao planejamento e ao reordenamento territorial, levando em consideração a definição dos locais mais apropriados para os diferentes usos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniélli Flores Dias, Universidade Federal de Santa Maria

Departamento de Geociências, Geologia Ambiental

Romario Trentin, Universidade Federal de Santa Maria

Departamento de Geociências, Geologia Ambiental

Downloads

Publicado

18-05-2018

Como Citar

FLORES DIAS, D.; TRENTIN, R. COMPARTIMENTAÇÃO MORFOLITOLÓGICA DO MUNICÍPIO DE ROSÁRIO DO SUL - RS: UMA ANÁLISE INTEGRADA DO MEIO FÍSICO. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 19, n. 65, p. 218–231, 2018. DOI: 10.14393/RCG196516. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/38348. Acesso em: 21 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos