CARACTERIZAÇÃO HIDROSSEDIMENTOLÓGICA DOS TRECHOS ALUVIAIS DA BACIA RIACHO DO TIGRE - PB

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG186303

Palavras-chave:

Aquíferos aluviais, Ambientes fluviais semiáridos, Gestão da água.

Resumo

As pesquisas voltadas à gestão dos recursos hídricos vêm ganhando importância nos últimos anos no Brasil, sobretudo no nordeste, em decorrência dos anos de estiagem prolongada em ambientes semiáridos. Contudo, a exploração dos aqüíferos aluviais surge como alternativa complementar para suprir a carência hídrica, buscando aperfeiçoar as formas de captação, armazenamento e uso de água pelas comunidades. Assim, este trabalho buscou identificar e caracterizar os trechos fluviais na qual haja a possibilidade de haver aqüíferos aluviais, de modo que a comunidade local possa melhorar as técnicas de captação, uso e armazenamento de água através da exploração desses ambientes. A pesquisa foi realizada no município de São João do Tigre - PB. Foram realizados os mapeamentos dos trechos aluviais, fazendo a identificação do uso e ocupação do solo. Os trechos aluviais passaram por análises e classificações sedimentológicas, e posteriormente fazendo-se o agrupamento de três classes referente aos tipos de depósitos aluviais. A partir dos resultados gerados foi possível concluir que as áreas de estocagem de deposição estão concentradas nos ambientes de baixo gradiente. A alta hidrodinâmica apresentada nos resultados reflete na alta variação dos tipos de depósitos aluviais analisados, podendo gerar influência na formação de aqüíferos aluviais com características diversas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

29-09-2017

Como Citar

SILVA, A. F. P. de L.; SOUZA, J. O. P. de. CARACTERIZAÇÃO HIDROSSEDIMENTOLÓGICA DOS TRECHOS ALUVIAIS DA BACIA RIACHO DO TIGRE - PB. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 18, n. 63, p. 57–89, 2017. DOI: 10.14393/RCG186303. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/36159. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos