EVOLUÇÃO TEMPORAL E ESPACIAL DOS PRÉDIOS DE APARTAMENTOS COMPACTOS E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NOS BAIRROS BELA VISTA, VILA INDAIÁ, VILA NOVA E VILA ALEMÃ, NA CIDADE DE RIO CLARO/SPVA

Autores

  • Letícia Severina de Quadros Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. UNESP/Campus de Rio Claro/SP.
  • José Eduardo Sartori Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Departamento de Geologia. Rio Claro, SP, Brasil.
  • Silvia Aparecida Guarnieri Ortigoza Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Departamento de Geografia. Rio Claro, SP, Brasil. Professora no Departamento de Geografia/Unesp - Rio Claro/SP

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG196501

Palavras-chave:

Produção do Espaço Urbano, Evolução temporal e espacial, Apartamentos compactos, Quitinetes, Rio Claro - SP.

Resumo

O espaço urbano está em constante transformação, sua produção e reprodução são influenciadas por diversos atores locais e também globais, assim, o espaço geográfico é produzido e consumido por diferentes atores. Sendo assim, o presente artigo realiza uma análise sobre a evolução temporal e espacial dos prédios de apartamentos compactos e a produção do espaço urbano nos bairros Bela Vista, Vila Indaiá, Vila Nova e Vila Alemã, na cidade de Rio Claro/SP, correlacionando esses, com a proximidade do Campus da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/Rio Claro - SP destacando ainda, as ações e estratégias dos agentes produtores do espaço urbano e dos agentes imobiliários e das grandes construtoras que utilizam esses espaços para à especulação imobiliária no entorno da Universidade. Tal análise é necessária para compreender a dinâmica da produção e reprodução do espaço urbano nesses bairros e auxiliar os gestores públicos nas tomadas de decisões e ainda, para uma adequada gestão desse território.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Letícia Severina de Quadros, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. UNESP/Campus de Rio Claro/SP.

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. UNESP/Campus de Rio Claro/SP.

Instituto de Geociências e Ciências Exatas. Departamento de Geografia.

Licenciada e Bacharel em Geografia pela UNESP/ Rio Claro -SP.

Pòs-Graduada em Gestão Pública. Faculdade Integrada Claretianas. Rio Claro/SP.

José Eduardo Sartori, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Departamento de Geologia. Rio Claro, SP, Brasil.

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,
Instituto de Geociências e Ciências Exatas,

Departamento de Geologia.

Geológo formado pela Unesp/Rio Claro-SP.

Mestre em Geoquímica e Geotectônica pela USP/SP.

Doutorando em Geociências e Meio Ambiente pela Unesp/Rio Claro/SP.

Silvia Aparecida Guarnieri Ortigoza, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Departamento de Geografia. Rio Claro, SP, Brasil. Professora no Departamento de Geografia/Unesp - Rio Claro/SP

Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,
Instituto de Geociências e Ciências Exatas,

Geográfa, Mestre e Doutora em Geografia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil(2001)

Professora Adjunto da Universidade Estadual Paulista Júlio Mesquita Filho- IGCE Departamento de Geografia. Rio Claro, SP, Brasil.

Downloads

Publicado

18-05-2018

Como Citar

DE QUADROS, L. S.; SARTORI, J. E.; GUARNIERI ORTIGOZA, S. A. EVOLUÇÃO TEMPORAL E ESPACIAL DOS PRÉDIOS DE APARTAMENTOS COMPACTOS E A PRODUÇÃO DO ESPAÇO URBANO NOS BAIRROS BELA VISTA, VILA INDAIÁ, VILA NOVA E VILA ALEMÃ, NA CIDADE DE RIO CLARO/SPVA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 19, n. 65, p. 1–15, 2018. DOI: 10.14393/RCG196501. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/35967. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos