DENGUE NA BAHIA: MAPEAMENTO E ANÁLISE DA DINÂMICA ESPACIAL DE SUA MANIFESTAÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL

Autores

  • Júlio Santos Mendes
  • Paulo Fernando Meliani
  • Pedro Enrico Salamim Fonseca Spanghero

Palavras-chave:

Difusão espacial, Cartografia temática, Taxa de incidência.

Resumo

Este artigo teve como objetivo mapear e compreender a dinâmica espacial da dengue na Bahia, entre 2001 e 2010. Para alcançar este objetivo, foram utilizados dados provenientes da base do SINAN/SIDRA sobre as notificações da doença por município, pelo total de população por município. Para a elaboração dos mapas temáticos, foi utilizado o Philcarto que, a partir dos dados coletados, foi realizada a análise do número total de casos de dengue por município, e as suas taxas de incidência por município, variação mensal, total de casos acumulados, e a média da incidência na série temporal em estudo. Os resultados obtidos demonstraram que, entre 2001 e 2010 foram notificados 362.564 casos de dengue entre os 417 municípios da Bahia. O município de Mortugaba situado na mesorregião Centro Sul Baiano não registrou casos, e a porção Centro Norte Baiano foi a mais atingida pela enfermidade. Dessa forma, conclui-se que, com o procedimento utilizado foi possível identificar, através dos mapeamentos realizados, os principais municípios e regiões afetadas por esta enfermidade ao logo do tempo, bem como elucidar, através da interpolação dos dados em meio cartográfico, aqueles municípios que apresentaram as maiores taxas na média da incidência da dengue em dez anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Júlio Santos Mendes

Graduado em Geografia pela Universidade Estadual de Santa Cruz.

Paulo Fernando Meliani

Doutor em Geografia pela Universidade Federal de Pernambuco

Pedro Enrico Salamim Fonseca Spanghero

Mestrando em Geografia pela Universidade Estadual de Campinas

Downloads

Publicado

21-06-2017

Como Citar

Mendes, J. S., Meliani, P. F., & Salamim Fonseca Spanghero, P. E. (2017). DENGUE NA BAHIA: MAPEAMENTO E ANÁLISE DA DINÂMICA ESPACIAL DE SUA MANIFESTAÇÃO ESPAÇO-TEMPORAL. Caminhos De Geografia, 18(62), 73–86. Recuperado de https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/35293

Edição

Seção

Artigos