AS MINAS GERAIS SETECENTISTAS: GEOGRAFIA E LITERATURA NA OBRA DO INCONFIDENTE CLÁUDIO MANUEL DA COSTA

Autores

  • Kárita de Fátima Araújo Universidade Federal de Uberlândia
  • Rita de Cássia Martins de Souza Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG175701

Palavras-chave:

Poesia, Inconfidência, Formação Territorial.

Resumo

Objetivando compreender a maneira pela qual se processou a formação territorial brasileira no contexto das Minas Gerais setecentistas, buscou-se fazê-lo à luz da obra literária Vila Rica, de Cláudio Manuel da Costa, no intuito de entrecruzar geografia e literatura, aliando as manifestações artísticas dos agentes que participaram efetivamente da Inconfidência Mineira aos componentes espaciais e temporais que compuseram a sociedade mineira do século XVIII. Nesse sentido, sua poesia foi fundamental para analisar a condição da capitania mineira tal qual ela se apresentava. Alguns elementos foram valiosos para auxiliar nessa análise, tais como, a compreensão do conceito de sertão para aquela localidade e período, bem como, sua ocupação e isolamento; o desenvolvimento e decadência do "ciclo do ouro" e as relações estabelecidas entre as Minas Gerais e as capitanias de São Paulo e Rio de Janeiro para, posteriormente, comporem juntas, uma mesma nação independente de Portugal. Além, da valorização frequente aos bandeirantes paulistas, por sua bravura e disposição em enfrentar o sertão praticamente inexplorado, em uma tentativa do poeta de delinear qual povo deveria compor a nação independente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kárita de Fátima Araújo, Universidade Federal de Uberlândia

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Uberlândia

Rita de Cássia Martins de Souza, Universidade Federal de Uberlândia

Profa. Dra. Instituto de Geografia da Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

11-03-2016

Como Citar

Araújo, K. de F., & Souza, R. de C. M. de. (2016). AS MINAS GERAIS SETECENTISTAS: GEOGRAFIA E LITERATURA NA OBRA DO INCONFIDENTE CLÁUDIO MANUEL DA COSTA. Caminhos De Geografia, 17(57), 1–20. https://doi.org/10.14393/RCG175701

Edição

Seção

Artigos