FRONTEIRA ABERTA: A NOVA DINÂMICA COM A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR PARA A PRODUÇÃO DE ETANOL NA AMAZÔNIA

Autores

  • Cleiton Sampaio de Farias JOS

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG123816362

Palavras-chave:

fronteira, etanol, Amazônia

Resumo

Abordamos o conceito de fronteira aberta, pois acreditamos está ocorrendo uma dinâmica na fronteira amazônica (fase do agronegócio ou de consolidação) vinculada a estratégias de modernização e desenvolvimento regional que visa consolidar as atividades econômicas aqui inseridas durante a expansão da fronteira agropecuárias na década de 70 do século XX, como afirma Becker (2004, p. 73) "as novas transformações em curso na Amazônia representam o fim da fronteira de expansão demográfica móvel e o início de uma nova fase de desenvolvimento com base na consolidação da fronteira". Para tanto, apresentamos alguns cenários - presente e futuro - que podemos ter com a rearticulação produtiva na fronteira amazônica a partir da inserção e expansão da cana-de-açúcar para a produção de etanol.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleiton Sampaio de Farias, JOS

Mestre em Desenvolvimento Regional

Downloads

Publicado

15-06-2011

Como Citar

DE FARIAS, C. S. FRONTEIRA ABERTA: A NOVA DINÂMICA COM A EXPANSÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR PARA A PRODUÇÃO DE ETANOL NA AMAZÔNIA. Caminhos de Geografia, Uberlândia, v. 12, n. 38, p. 139–147, 2011. DOI: 10.14393/RCG123816362. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16362. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos