ESTADO DA ARTE DO SISTEMA AQUÍFERO GUARANI - SAG

Autores

  • Luiz Antonio de Oliveira Universidade Federal de Uberlândia
  • Andréa Santos Vieira Universidade Federal de Uberlândia

DOI:

https://doi.org/10.14393/RCG113416288

Palavras-chave:

Sistema Aquifero Guarani, América do Sul, Bacias do Paraná e do Chaco

Resumo

O principal objetivo desse trabalho é apresentar o estado da arte do Sistema Aquífero Guarani - SAG em sua área de ocorrência na América do Sul. O aquífero ocupa um área de 1.210.000 km2 ao longo das Bacias do Paraná e Chaco, porção meridional da América do Sul, sendo 822.717 km2 em território brasileiro. O SAG é composto principalmente por arenitos de idades triássica e jurássica. As Formações Rosário do Sul, Pirambóia e Botucatu ocorrem no Brasil, Formação Misiones no Paraguai e Argentina, Formação Buena Vista no Uruguai e Argentina e Formação Tacuarembó na Argentina. A formação Botucatu é considerado o principal aquífero em termos regionais de potencial quantitativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luiz Antonio de Oliveira, Universidade Federal de Uberlândia

Bacharel em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia, Mestre e Doutor em Geologia pela Universidade de Brasilia. Atualmente é professor adjunto do Instituto de Geologia da Universidade Federal de Uberlândia

Andréa Santos Vieira, Universidade Federal de Uberlândia

Bacharel e Licenciada em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia. Atualmente é bolsista do Observatório em Saúde da Universidade Federal de Uberlândia

Downloads

Publicado

15-06-2010

Como Citar

OLIVEIRA, L. A. de; VIEIRA, A. S. ESTADO DA ARTE DO SISTEMA AQUÍFERO GUARANI - SAG. Caminhos de Geografia, Uberlândia, MG, v. 11, n. 34, p. 174–189, 2010. DOI: 10.14393/RCG113416288. Disponível em: https://seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia/article/view/16288. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos